Política

Braga Netto e Lira negam ameaças às eleições; Jornal mantém informações


22/07/2021

Portal WSCOM com Reuters

O ministro da Defesa, Walter Braga Netto, e o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), desmentiram reportagem publicada nesta quinta-feira pelo jornal O Estado de S. Paulo que afirmou que o titular da Defesa ameaçou o presidente da Câmara com a não realização de eleições ano que vem caso a Casa não aprove o voto impresso.

Leia mais: Braga Netto avisou Arthur Lira que não haverá eleições em 2022 se não houver voto impresso

Ao chegar nesta manhã ao Ministério da Defesa, Braga Netto foi indagado sobre a reportagem por jornalistas e limitou-se a responder: “mentira, invenção”.

Lira, por sua vez, foi questionado sobre a reportagem pela Reuters e respondeu em uma mensagem de texto: “mentira”.

Estadão mantém informação

O Jornal Estado de S.Paulo declarou na manhã desta quinta-feira (22) que mantém as informações de que o ministro da Defesa, Braga Netto, procurou o presidente da Câmara, Arthur Lira, para condicionar o processo eleitoral de 2022 com a implantação do voto impresso, numa clara tentativa de golpe.

Tanto Netto quanto Lira desmentiram a versão do jornal e negam que o diálogo tenha ocorrido.

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso, disse nesta quinta-feira (22) ter conversado com Netto e Lira (PP-AL), e ambos negaram ameaça às eleições do próximo ano.



Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.