Política

Wellington Dias responde a pronunciamento de Bolsonaro com atitudes e argumentos contrários: “prioridade é a vida”, diz ao anunciar providências

Presidente fez pronunciamento em cadeia de emissoras defendendo posição contrária à Quarentena defendida pela Organização Mundial da Saúde (OMS), Ministério da Saúde (MS) e governos de estados.

25/03/2020


Na imagem Welligton Dias

Por Walter Santos

O governador do Piauí, Wellington Dias (PT), convive desde a noite da terça-feira (24) com a repercussão imensa em diversas mídias no país de vídeo gravado por ele comentando com linguagem popular, mas de profundidade, em que censura o presidente Jair Bolsonaro ao fazer pronunciamento em cadeia de emissoras defendendo posição contrária à Quarentena defendida pela Organização Mundial da Saúde (OMS), Ministério da Saúde (MS) e governos de estados.

Wellington Dias começa o vídeo lembrando que ele e sua esposa Rejane acabam de ser avós de neto, Artur e Ester, mas que jamais em toda vida permitiriam que próximos a eles estivessem alguém com a “gripezinha” defendida pelo presidente, pois que está com esse sintoma tem de ficar e isolamento.

O governador aborda com conhecimento de causa que, embora acredite na força divina, a realidade expõe o compromisso com a vida e assim exige medidas com base na ciência para preservar vidas, como faz o Governo do Piauí e demais estados para preservar a vida adotando procedimentos legais de assistência médico-hospitalar.

Ele afirma, ao final: “ Há algo em primeiro lugar, Sr Presidente: A VIDA!”. E acrescenta:

– É a vida humana, Sr, presidente! E no Piauí a vida tem valor! E, no Piauí vamos cuidar da vida humana, fazendo inclusive isolamento social onde foram necessário, frisou ele para concluir:

– Nós, aqui no Piauí, vamos seguir com a ciência, com Deus no coração e vamos vencer !”, concluiu Wellington Dias.

 

ASSISTA NA ÍNTEGRA:


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.