Economia

Com Bolsonaro, Brasil cai de 3º destino global de investimentos para 10ª posição


17/01/2022

(Foto: reprodução)

Portal WSCOM com 247

O Brasil caiu para a 10ª posição nos destinos de investimentos globais, revela consultoria PwC, que faz pesquisa anual com presidentes de grandes companhias de todo o planeta. É o resultado do golpe de Estado e do governo Jair Bolsonaro. Em 2013, antes do golpe e durante o governo Dilma Rousseff (PT), o Brasil ocupava a terceira posição.

 

Segundo a consultoria, entre os entrevistados, apenas 5% colocaram o País como um dos seus mercados com maior potencial. Em 2021, o Brasil estava na oitava posição, na frente de Canadá e Austrália, que agora ultrapassaram o país. A preferência dos investidores são Estados Unidos, China e Alemanha.

O presidente da PwC, Marcos Castro, o Brasil tem caído no ranking diante da pobreza da população e da falta de perspectivas de crescimento, diante das inúmeras crises. Por isso, a valorização do dólar frente ao real, que poderia estimular investimentos estrangeiros, não tem grande influência para os investidores.

 

“O País continua sendo uma aposta de consumo, mas já não está mais como prioridade nos investimentos”, afirma Castro. O Brasil é o 6º país mais populoso do mundo, atrás de China, Índia, EUA, Indonésia e Paquistão.



Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.