Paraíba

Sine-JP e CadÚnico funcionam até esta quarta e só retomam atendimento na segunda-feira


21/06/2022

(Foto: divulgação/Secom-JP)

Portal WSCOM



O Sistema Nacional de Emprego de João Pessoa (Sine-JP) e os serviços relacionados ao Cadastro Único (CadÚnico) funcionam normalmente nesta quarta-feira (22) e só retomam as atividades na próxima segunda-feira (27), em virtude do ponto facultativo desta quinta-feira (23) e do feriado de São João, na sexta-feira (24).

Segundo o coordenador do Sine-JP, Eurípedes Leal, o expediente nesta quarta-feira vai até as 16h e volta na segunda-feira (27) com vagas de emprego em diversas áreas. “A gestão de Cícero Lucena tem tido um olhar mais sensível para o desemprego, investindo em ações que criam oportunidades constantes, a exemplo do programa Eu Posso Aprender, com a qualificação de 1.080 pessoas, e do Feirão de Empregabilidade, em parceria com as empresas que desenvolveram um trabalho in loco, com a contratação imediata do trabalhador. Em maio, no primeiro feirão, conseguimos a contratação in loco de duas mil pessoas no mercado de trabalho”, destacou.

Ele disse ainda que as ações do Município também têm sido bem recebidas pelo empresariado local. “A adesão é muito boa. Há uma procura constante das empresas para que o Sine-JP faça a intermediação junto aos candidatos. Hoje temos um banco de dados com mais de mil empresas, com rotatividade”, acrescentou.

Sedhuc – O CadÚnico, que é a porta de entrada para vários benefícios, como o Auxílio Brasil, também funciona normalmente nesta quarta-feira (22) e normaliza os atendimentos na segunda-feira (27). O serviço, vinculado a Secretaria de Direitos Humanos e Cidadania (Sedhuc), segue com o horário ampliado, das 7h às 18h, na sede do CadÚnico, na Praça do Rio Branco, no Centro. Mais informações podem ser adquiridas pelos telefones 3214 3600 ou 3214 1874.

Os atendimentos também podem ser realizados nos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) de Cruz das Armas, Cristo, Mangabeira e Valentina que foram capacitados para atender as demandas básicas também, ou seja, pessoas que passaram dois anos sem atualizar o cadastro com informações sobre o endereço, alteração na renda ou de escolas dos filhos.



Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.