Paraíba

Presidente da CMJP reconhece “história de coragem e protagonismo” de Fernanda Benvenutty

03/02/2020


Fernanda Benvenutty foi agraciada com o Título de Cidadania Pessoense (Foto: Fernando Soares / Arquivo)

A Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) emitiu Nota de Pesar pelo falecimento da servidora pública municipal, Fernanda Benvenutty, de 57 anos, ocorrido neste domingo (2), por volta de meio-dia. Transexual e militante LGBT+, ela lutava contra um câncer no fígado e faleceu em sua residência, no bairro do Roger, em João Pessoa.

Em nota, o presidente do Poder Legislativo municipal, vereador João Corujinha, reconhece a “história de coragem e protagonismo” de Fernanda Benvenutty.

Confira a nota na íntegra:

NOTA DE PESAR

A Câmara Municipal de João Pessoa manifesta seu profundo pesar pelo falecimento da servidora pública municipal Fernanda Benvenutty, de 57 anos. Ela morreu por volta das 12h deste domingo, 2, em decorrência de um câncer. Ao longo de sua história, Fernanda deu uma importante contribuição para a cultura da capital paraibana, tendo fundado escolas de samba e atuado fortemente nas manifestações artísticas de João Pessoa bem como na defesa dos direitos humanos.

Em 2014, Fernanda, que era natural de Remígio, tornou-se cidadã pessoense depois que a Casa Legislativa aprovou uma proposta do então vereador Bira.

O presidente João Corujinha, em nome dos vereadores de João Pessoa, transmite aos familiares, amigos e companheiros de luta de Fernanda Benvenutty suas condolências e o reconhecimento por sua história de coragem e protagonismo.

LEIA MAIS:



Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.