Justiça

Pedido de habeas corpus do padre Egídio de Carvalho é apresentado pela defesa do religioso ao STF


07/12/2023

Padre Egídio de Carvalho Neto era diretor do Hospital Padre Zé (Foto: Divulgação/Paróquia Santo Antônio de Lisboa)

Portal WSCOM



A equipe de defesa do padre Egídio de Carvalho, suspeito de desvio de recursos do Hospital Padre Zé, anunciou a intenção de interpor um pedido de habeas corpus no Supremo Tribunal Federal (STF), buscando que o religioso possa enfrentar o processo em liberdade. O habeas corpus também foi protocolado no Superior Tribunal de Justiça (STJ), mas o pedido foi negado pelo ministro Teodoro da Silva Santos.

Leia mais: Hotel de Luxo inativo no Padre Zé surpreende vereadores; construção foi realizada na gestão do padre Egídio

De acordo com a defesa, não há fundamentos para a execução da prisão preventiva, argumentando que seria uma antecipação de pena. Atualmente, o religioso permanece detida no Presídio Especial em João Pessoa

O advogado Rawlinson Ferraz, membro da equipe de defesa, destacou que o padre Egídio dispõe de todos os requisitos para ter o pedido atendido e cumprir a medida cautelar.

“Trata-se de uma pessoa sem antecedentes, com residência fixa, profissão definida e plena disposição para cumprir todas as medidas cautelares permitidas. Confiamos totalmente na defesa dos direitos de nosso cliente”, disse o advogado em entrevista ao programa Correio Verdade, da TV Correio.



Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
// //