Política

IMPEACHMENT: Galdino aguarda parecer ‘criterioso’ da Procuradoria da ALPB para evitar a judicialização do processo

11/02/2020


Matéria foi proposta pelo presidente da ALPB, deputado Adriano Galdino

Da Redação / Portal WSCOM

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Adriano Galdino (PSB), comentou na sessão desta terça-feira (11), em contato com a imprensa, sobre o trâmite relacionado ao pedido de impeachment contra o governador João Azevêdo (Cidadania) e a vice-governadora, Lígia Feliciano (PDT). Minutos antes, ele havia se reunido com o líder do Governo, deputado Ricardo Barbosa (PSB).

Na oportunidade, Adriano Galdino afirmou que cobrou da Procuradoria Jurídica da ALPB um parecer criterioso, maduro, e esclarecedor, e que seu intuito é concluir o despacho da matéria no âmbito do Poder Legislativo, evitando a possível judicialização no futuro.

O presidente ainda afirmou que busca amparo jurídico e regimental para saber se o arquivamento ou deliberação do pedido de impeachment é prerrogativa dele, da Procuradoria ou do plenário.

“Está sendo analisando juridicamente se esse juízo de admissibilidade é meu ou se é da Procuradoria, ou é do Plenário. Está sendo feito um estudo criterioso, até porque queremos ter uma decisão final sobre a matéria para evitar a ida ao Judiciário”, disse Galdino, que complementou: “É uma decisão nova, que carece um estudo qualificado, apenas pedi ao procurador que usasse o tempo necessário, mas que trouxesse uma decisão madura, dentro do amparo legal”.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.