menu

Paraíba

07/11/2019


Farra das Diárias: Vereadores de Santa Rita vão responder processo em liberdade; computadores serão apreendidos

A determinação foi da juíza Maria dos Remédios, da segunda Vara Mista da Comarca do município.

Na imagem, o Fórum Juiz Navarro Filho em Santa Rita

Portal WSCOM

Os 11 vereadores da cidade de Santa Rita presos na Operação Natal Luz, foram liberados, nesta quarta-feira (6), após passarem por audiência de custódia. A determinação foi da juíza Maria dos Remédios, da segunda Vara Mista da Comarca do município. A audiência foi realizada no Fórum Juiz Navarro Filho. 

 

Segundo despacho, ficou determinada a busca e apreensão de todos os computadores da Câmara de Santa Rita. Já os parlamentarem foram proibidos de participar de novos congressos, fazer pagamentos de diárias e seminários durante o processo. 

 

Sobre o caso – Uma grande ação policial na última terça-feira (5) resultando na prisão dos 11 vereadores. O ato foi coordenado pelas Delegacias de Repressão ao Crime Organizado e de Combate à Corrupção DRACO/DECCOR da Polícia Civil da Paraíba, em parceria com o Ministério Público da Paraíba, por meio Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (MPPB/Gaeco).

 

Os parlamentares, além do contador do município, retornavam de viagem à cidade de Gramado-RS, onde teriam participado de suposto congresso organizado pelo ICAP – Instituto de Capacitação de Agentes Públicos, empresa investigada por irregularidades na promoção de eventos do tipo.

 

LEIA MAIS: Palestrante de Congresso é investigada por ‘onipresença’; entenda