Feliciano Neto

Professor e Consultor em Gestão de Marcas.

Marketing

Crise de identidade


31/08/2021

Considere a seguinte alegoria: há, bem próximo a você, um personagem que possui grande potencial mas que está, notoriamente, o desperdiçando. Pois ao invés de procurar desenvolvimento através da aquisição de conhecimento e habilidades, se permite influenciar pelos modismos e comportamentos efêmeros ao seu redor. Por essa razão, esse personagem encontra-se frequentemente frustrado e costuma apontar culpados pela sua situação. No fundo, ele sabe que poderia ser melhor, mas não consegue enxergar o caminho para chegar lá.

Por mais que possa parecer que estou descrevendo um típico adolescente com crise de identidade, essa alegoria pode muito bem ser aplicada à realidade de muitas empresas. A verdade é que há uma crise de identidade generalizada no mercado e sua marca pode estar sofrendo desse problema.

Sem uma identidade forte, empresas (especialmente as menores) são facilmente compelidas a adotar práticas das quais não entendem e esperar resultados que nunca chegam. Elas olham ao seu redor e, por um senso de urgência criado pela notória velocidade dos tempos atuais, tendem a imitar o comportamento dos seus pares, transformando o mercado em uma espécie de pátio do ensino médio onde há muita autoconfiança cega e quase nenhum longo prazo sendo considerado.

Construir uma identidade de marca deixou de ser uma decisão estratégica exclusiva a grandes empresas e tornou-se uma necessidade para todas (principalmente para as jovens). Apenas assim, é possível destacar-se em um ambiente super competitivo e lotado de tendências atraentes.

No entanto, não é muito fácil discernir o que é e como se constrói uma identidade de marca, especialmente uma, que consiga sair das páginas dos livros de branding e que se encaixe na realidade peculiar das organizações. Há um exercício composto por 3 perguntas simples, desenhado para diagnosticar se há uma ideia consistente de identidade de marca na sua empresa. Costumo utilizar bastante esse recurso quando preciso trabalhar esse tema em aulas ou consultorias.

Quem é você? | O que você faz? | Por que fazer isso é importante? 

As respostas para essas perguntas simples, revelam o nível de autoconhecimento, responsabilidade e propósito da empresa. A partir das respostas e de como elas são formatadas, é possível identificar o que devemos corrigir e reforçar para iniciar a construção de uma identidade de marca coerente e forte.

Há outra situação bem curiosa a respeito dessa dinâmica. Acontece nos casos onde obtemos respostas quase perfeitas. Nessas situações, o passo seguinte é fazer as mesmas perguntas a uma amostragem de consumidores e comparar os resultados. A moral da história aqui é sua identidade de marca só existe no mundo real quando é percebida e validada pelos consumidores. Um princípio muito bem ilustrado pelo consultor americano Marty Neumeier, quando afirma que, se a palavra MARCA não existisse, o termo mais próximo que poderíamos utilizar para definir o seu significado seria REPUTAÇÃO.

Obviamente, que há vários outros pontos que devem ser abordados e muitos conceitos que precisam ser entendidos para que uma empresa consiga traçar um plano de construção de identidade de marca. É para entregar esse tipo de conhecimento que minha equipe e eu, ofereceremos, gratuitamente, o minicurso: Construindo sua Identidade de Marca, no início de do mês de setembro de 2021. Caso haja interesse em participar, é só acessar a minha página no Instagram: https://www.instagram.com/metagestao/ e saber como se inscrever. Por questão de produtividade, as vagas são limitadas.

Para mais conteúdo sobre o mundo das marcas, visite também meu canal no YouTube: https://www.youtube.com/channel/UC-9hpJfBawCcaKPPpPLrl9A

 

https://wscom.com.br/coluna/crise-de-identidade/


O Portal WSCOM não se responsabiliza pelo conteúdo opinativo publicado pelos seus colunistas e blogueiros.
Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.