Saúde

UPAs de João Pessoa passam a atender 100% aos casos de Covid-19

Capital chega a 230 leitos para combater o vírus

17/05/2020


Com mais de 1.500 casos confirmados de Covid-19, a Prefeitura de João Pessoa (PMJP) irá tornar 100% da rede de UPAs (Cruz das Armas, Oceania, Bancários e Valentina) dedicadas aos casos moderados e graves Coronavírus, quando há desconforto respiratório. O anúncio foi feito neste domingo (17) pelo prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, por meio das redes sociais. O gestor informou que a medida passa a valer a partir desta segunda-feira (18) e reforçou que a realização de testes para identificação da doença é feita nas Policlínicas e em 54 Unidades de Saúde da Família (USFs) exclusivamente para pacientes com síndromes gripais. Com a decisão, a Capital paraibana alcança a marca de 230 leitos implantados para o combate o vírus.

O atendimento de urgência e emergência para quem tem outras enfermidades será realizado nas unidades hospitalares credenciadas ao município, a exemplo dos Hospitais Edson Ramalho, São Vicente e Universitário Nova Esperança. No caso destes últimos, a recepção de pacientes se dará a partir de atendimentos do Samu. O pronto-atendimento do Ortotrauma de Mangabeira também estará à disposição da população, junto com toda a Rede de Atenção Básica. “Com mais pessoas infectadas pela doença, João Pessoa precisou ampliar ainda mais a sua rede de serviços para combater a pandemia. Acabamos de abrir novas alas para enfrentar a doença no Hospital Prontovida, mas seguimos ampliando a rede de saúde. As UPAs têm um papel importante na estabilização dos casos moderados e graves, sendo decisivas na hora de salvar vidas”, explicou.

As UPAs Cruz das Armas e Valentina já eram parte da rede municipal de combate à Covid-19. Com a medida, as unidades dos Bancários e Oceania também passam a atender casos da doença. “Observamos que a demanda de pacientes com Coronavírus vinha crescendo nestas unidades, por isso optamos por ampliar o serviço”, disse Adalberto Fulgêncio, secretário de Saúde. Ele recomendou que pacientes de outros municípios que já dispõem de Unidades de Pronto-Atendimento evitem se deslocar até João Pessoa, buscando o serviço mais perto de casa. “É uma medida sanitária importante, que ajuda a conter a propagação do vírus entre cidades. Se houver a demanda de leitos de UTI, ela será feita pela Central Estadual de Regulação, como já vem acontecendo”, ponderou.

Mais leitos – Cada UPA de João Pessoa possui 3 leitos de UTI, para estabilização de pacientes graves, e 6 leitos de clínicos para casos moderados. A inclusão das duas unidades no atendimento a casos de Covid-19 faz João Pessoa saltar para 230 leitos dedicados ao enfrentamento da doença. Também integram a rede de prevenção ao vírus o novo Hospital Prontovida, Santa Isabel, Infantil do Valentina, além do São Luiz e do Hospital Universitário Lauro Wanderley, estes dois últimos como unidades credenciadas. Antes de buscar atendimento direto nas USFs, UPAs ou hospitais, as pessoas com sintomas de Coronavírus devem acionar a Central de Orientações no telefone (3218.9214).


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.