Paraíba

UFPB reabre prédio da Biblioteca Central, em João Pessoa, nesta sexta-feira (15)

Localizado no Campus I da UFPB, o prédio passou por ampla reforma para adaptação às normas de segurança, combate a incêndio e acessibilidade


14/03/2024

(Fotos: Divulgação)

Portal WSCOM

Nesta sexta-feira (15), às 09h, o Reitor da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), professor Valdiney Gouveia, fará a reabertura do prédio da Biblioteca Central (BC), durante solenidade de entrega, a toda comunidade universitária e à população em geral, de uma ampla reforma que adaptou o prédio às normas de segurança, combate a incêndio e acessibilidade.

De acordo com o Reitor Valdiney Gouveia, com as mudanças realizadas, os usuários ganham um ambiente amplo, acessível e seguro para leituras e estudos, em uma região de fácil acesso a todos os moradores de João Pessoa e municípios circunvizinhos. A reabertura do prédio da Biblioteca Central, no Campus que fica localizado no bairro do Castelo Branco, representa mais um reconhecido equipamento dedicado à difusão e à preservação do conhecimento científico. O funcionamento da biblioteca acontece, em dias úteis, das 7h às 22h.

A Biblioteca Central foi interditada em outubro de 2019. A reforma teve início em 2021. Foram investidos mais de R$ 5 milhões na readequação do prédio. As obras foram supervisionadas pela Superintendência de Infraestrutura (Sinfra) da UFPB e pela Direção da Biblioteca Central, com o apoio da Divisão de Segurança do Trabalho da Pró-reitoria de Gestão de Pessoas (Progep) da UFPB.

A comunidade universitária poderá participar, nesta sexta (15), de uma visita guiada para conhecer os ambientes da Biblioteca Central, durante o evento de reabertura, que também terá a presença da Vice-reitora, professora Liana Filgueira, além de outros gestores da UFPB e dos servidores lotados na unidade. Na ocasião, será realizada uma ação da Editora UFPB de doação de livros publicados pela Universidade.

O prédio é uma referência na Paraíba de um estilo arquitetônico chamado de arquitetura brutalista, que se destaca por mostrar estruturas, como colunas e vigas, sem qualquer reboco ou pintura. São obras, em geral, de grande porte, como prédios públicos, museus e edifícios corporativos. A edificação da década de 1980, com três pavimentos e aproximadamente 8.000m² de área, esteve em reforma por aproximadamente dois anos, tempo necessário para adaptar definitivamente o prédio às normas vigentes de segurança, combate a incêndio e acessibilidade. Para citar alguns exemplos do que foi realizado, os guarda-corpos da BC, originais da década de 1980, foram refeitos para diminuir os riscos de acidente ao público, especialmente crianças, e todo o prédio recebeu balcões acessíveis, plataformas elevatórias, banheiros com acessibilidade, além de piso e mapas táteis em todos os pavimentos, facilitando o deslocamento de pessoas com deficiências física e visuais em seu interior.

O valor investido, no entanto, não ficou restrito à execução das adaptações, tendo sido parte dele destinada a dotar a Biblioteca Central de 16 salas climatizadas, sendo 12 delas de estudo, com 15m² de área, e outras quatro para leitura, com 41m², que também atenderão ao público externo que frequenta a UFPB. As salas foram construídas nos 1º e 2º pavimentos do prédio, sendo 8 salas em cada um deles.

Atrativos

Ainda segundo a direção da BC, além das salas, a Biblioteca também mantém visitas guiadas, o Biblio Relax – recinto para descanso –, o espaço memória, com apresentação permanente dos recursos e suportes informacionais, ambiente para exposições, lançamento de livros e apresentações culturais. Esses serviços e espaços serão progressivamente reativados, devendo o usuário realizar o agendamento para eles por meio do site da Biblioteca Central.

Com o retorno das atividades ao prédio, a Pinacoteca da UFPB, equipamento do Centro de Comunicação, Turismo e Artes (CCTA), também volta a funcionar no 1º e 2º pavimentos da Biblioteca Central, com a galeria expositiva no primeiro andar. O equipamento tem obras de mais de 50 artistas, como Hermano José, J. Borges e da artista plástica japonesa naturalizada brasileira Tomie Ohtake.

Comunidade interna

Outras atividades da Biblioteca Central estão disponíveis apenas à comunidade acadêmica, como o de orientação à normalização de trabalhos acadêmicos de acordo com as regras da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), na qual as dúvidas dos usuários são respondidas pela equipe do local em até 72 horas. A BC também produz fichas catalográficas, exclusivamente aos materiais da Editora da UFPB e às produções acadêmicas dos programas de pós-graduação do Campus I.

Inclusão

Há também na Biblioteca Central da UFPB serviços específicos para as pessoas com deficiência frequentadoras do equipamento, por meio do Serviço de Informações ao Usuário com Deficiência (SIUD). Entre tais serviços estão a consulta ao acervo de forma acessível e disponibilização de empréstimo de livros e periódicos em braille (1.500 títulos) e em áudio (352 títulos), além de conversão de textos, livros e outros materiais impressos para áudio e para braille.

Outras melhorias

De acordo com a Sinfra, os R$ 5 milhões de investimento na Biblioteca Central também foram destinados a trocar as instalações elétricas e de internet, além de realizar reforço estrutural para aumento da capacidade do reservatório de água potável e ajustes nas instalações hidrossanitárias.

O prédio também foi contemplado, segundo a Sinfra, com um novo forro de material termoacústico, o que garante isolamento térmico e maior conforto acústico ao ambiente, e, ainda, com ajustes no sistema de iluminação, incluindo reforma nos domus, que são aberturas para passagem de luz natural. Todas estas mudanças devem proporcionar uma melhor experiência aos usuários da BC.

Números da Biblioteca Central da UFPB

De acordo com a direção da Biblioteca Central da UFPB, o acervo físico da BC é composto por, aproximadamente, 230 mil exemplares de materiais impressos, incluindo dissertações, teses, livros de coleções e obras raras, e mais 200 mil fascículos de periódicos. A BC disponibiliza também acesso às Bibliotecas Virtuais Minha Biblioteca e Vlex, nas quais estão disponíveis também cerca de 200 mil títulos, bem como às teses e dissertações online no Repositório Institucional da UFPB.

O material informacional está distribuído entre os três pavimentos do prédio e pode ser consultado online, pelo Módulo Biblioteca do Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas (SIGAA).

Outras informações da Biblioteca Central podem ser conferidas pelo perfil da BC no Instagram.



Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
// //