Economia

Trump anuncia redução de cota de importação do aço do Brasil

Medida foi anunciada para proteger mercado siderúrgico norte-americano, que teve contração neste ano. Limite havia sido definido em 2018 por meio de um acordo com o Brasil, para evitar que país pagasse tarifa imposta a outras nações.

30/08/2020


Donald Trump, presidente dos EUA, durante reunião em Washington na quinta-feira (27) — Foto: Carlos Barria/Reuters

G1



O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou neste sábado (29) uma redução da cota de importação de aço do Brasil, citando o desaquecimento do mercado siderúrgico do país, diante das paralisações provocadas pela pandemia do coronavírus.

O limite havia sido definido em 2018 por meio de um acordo com o Brasil, para evitar que o país pagasse tarifa imposta a outras nações.

Em um comunicado, ele afirma que as exportações dos produtores norte-americanos caíram 15% no primeiro semestre de 2020, e que a utilização da capacidade instalada das empresas do setor está abaixo de 70%, até o dia 15 de agosto.

Na nota oficial da Casa Branca, Trump diz ainda que, enquanto diversos países diminuíram a importação de aço, seguindo o desaquecimento do mercado, as importações brasileiras diminuíram apenas “ligeiramente”.

O governo brasileiro se pronunciou sobre a medida e disse que espera que o setor siderúrgico dos EUA tenha uma recuperação. Os dois países irão retomar o diálogo sobre o assunto em dezembro.



Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.