Paraíba

Tião Gomes se pronuncia após citação em operação da PF e diz que não possui atos que ‘desabonem conduta’


11/06/2024

Portal WSCOM

Ele ressaltou não ter tido acesso aos autos, nem ter sido convocado ou intimado para prestar declarações, e que nunca houve busca e apreensão em seus endereços.

O deputado reafirmou sua disposição em colaborar com a Justiça para quaisquer esclarecimentos necessários.

Confira a nota:

‘Nota de Esclarecimento do Deputado estadual Tião Gomes

Na manhã de hoje (11/06/2024), tomei conhecimento através da imprensa paraibana que tive meu nome citado na operação deflagrada pela Polícia Federal, denominada Operação Livro Aberto, que visa apurar irregularidades em contratos da Secretaria do Estado de Educação, no ano de 2018.

Estive presente na Assembleia Legislativa nesta terça-feira, onde conversei com a imprensa e destaquei que, em meus quarenta e dois anos de vida pública representando o povo paraibano, sempre pautei minha trajetória política na retidão e coerência com a justiça e a verdade. Não possuo qualquer ato que desabone minha conduta ou minha história.

É importante registrar que não tive acesso aos autos e, em momento algum, fui convocado ou intimado para prestar declarações acerca de qualquer fato relacionado à referida operação. Além disso, nunca houve busca e apreensão em nenhum dos meus endereços.

No mais, acreditando na verdade real dos fatos e no Estado Democrático de Direito, coloco-me à disposição da Justiça para prestar quaisquer esclarecimentos que se fizerem necessários.

Deputado Estadual
Tião Gomes’



Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
// //