Futebol

Técnico não culpa Marcos Jr., mas admite que gol perdido foi decisivo

Gol perdido

13/01/2013




  Após sair perdendo por 2 a 0 para o Uruguai, neste sábado, pelo Sul-Americano sub-20, o Brasil reagiu em campo, buscou o empate e esteve muito perto da vitória. Aos 36, em um lance que poderia ter mudado a história do jogo, Rafinha recebeu na intermediária, cortou para o meio e acertou a bola na trave. No rebote, Marcos Júnior, sozinho e com o goleiro batido, tocou com o pé esquerdo para fora, desperdiçando uma chance incrível. O castigo veio nos acréscimos com López balançando as redes e garantindo a vitória da Celeste por 3 a 2. O resultado complicou a situação da seleção, que já recorre a calculadora para saber suas chances de classificação no Grupo B do torneio.
 

O técnico Émerson Ávila não culpou o atacante do Fluminense pela derrota, elogiou a atuação do atleta no jogo, mas reconheceu que a oportunidade desperdiçada foi crucial para a derrota brasileira em San Juan.

– Não podemos culpar o Marcos Junior pelo gol perdido, mas é claro não podemos deixar de falar que foi uma chance de gol fácil de se fazer. Mas nem sempre os gols fáceis acontecem. Ele entrou bem na partida.

Para o treinador, o Brasil tinha que ter decidido o confronto após buscar o empate, quando se encheu de moral, esteve melhor em campo, mas acabou sofrendo o gol da derrota em um contra-ataque, nos acréscimos do segundo tempo.

– Quando tivemos a chance para definir a partida, não conseguimos. Eu divido o jogo em momentos. Quando o momento foi favorável ao Uruguai, eles fizeram o gol. Quando o momento era favorável ao Brasil, tivemos a chance de fazer o terceiro, infelizmente não fizemos e fomos surpreendidos em um contra-ataque

Com apenas um ponto no Grupo B, o Brasil precisa vencer seus dois jogos restantes, contra Venezuela e Peru, para assegurar uma vaga na fase final. O time volta a campo na quarta, quando enfrenta os venezuelanos, às 21h (de Brasília), no Estádio San Juan, na Argentina.



Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.