Notícias

Suspeito de matar grávida em tentativa de assalto é detido pela polícia


11/01/2013



 A Secretaria de Segurança Pública confirmou na tarde desta sexta-feira (11) que o suspeito de atirar contra a secretária Daniela Nogueira Oliveira, 25 anos, foi detido. Ele está no 37º Distrito Policial, onde presta esclarecimentos.

Segundo informações da polícia, o homem, de 22 anos, era foragido da Justiça desde 2001 e, por esta razão, ficou preso.

Daniela, que estava grávida de nove meses, teve morte encefálica confirmada na quinta-feira (10). Ela foi abordada por dois assaltantes na noite de terça-feira (8), quando chegava de carro no condomínio onde morava, no bairro Horto do Ypê, na zona sul de São Paulo.

No início da tarde desta sexta-feira, um homem, com características físicas semelhantes às apresentadas no retrato falado do suspeito, foi levado para a delegacia. Ainda não foi confirmado se ele é o mesmo apontado pela polícia como o possível atirador.

Junto com ele, policiais militares apreenderam uma moto amarela, a mesma cor da motocicleta usada pela dupla de criminosos durante a tentativa de assalto à vítima.

Desde quinta-feira (10), quando foi divulgado o retrato-falado, sete foram levados à delegacia para averiguação. Todos acabaram liberados.

Cirurgia de emergência

Os médicos fizeram uma cirurgia de emergência para salvar o bebê de Daniela, que já está no berçário. A menina, que recebeu o nome de Gabriela, chegou a ficar na UTI neonatal, após nascer com taquipneia respiratória, que é uma pequena disfunção respiratória.

Segundo a secretaria, o bebê começou a receber leite por sonda e oxigênio na incubadora. Amigos da família informaram que a expectativa é de que a criança receba alta já no sábado (12).



Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.