Policial

STJ nega novo pedido de habeas corpus de Ruan Macário, acusado da morte de Kelton Marques


10/06/2022

Ruan Macário e Kelton Marques.

Da Redação / Portal WSCOM

O empresário Ruan Ferreira de Oliveira, mais conhecido como Ruan Macário, acusado de atropelar e matar o motoboy Kelton Marques em setembro do ano passado, em João Pessoa, teve um novo pedido de habeas corpus negado pelo

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou novo pedido de habeas corpus da defesa de Ruan Ferreira de Oliveira, acusado de atropelar e matar o motoboy Kelton Marques, em João Pessoa. O caso ocorreu em setembro do ano passado.

Ruan é alvo de um mandado de prisão preventiva e segue foragido da Justiça desde o dia do crime.

A decisão é do ministro Jesuíno Rissato. Ele apontou que “não se vislumbra a existência de qualquer flagrante ilegalidade passível de ser sanada pela concessão da ordem de habeas corpus”.

O ministro ainda apontou “dados concretos” que “evidenciam de maneira inconteste a necessidade da prisão para garantia da ordem pública, notadamente em razão da forma pela qual o delito foi em tese praticado”.

Ainda segundo a decisão, o acusado “agiu com total imprudência e negligência, na condução do automóvel, desenvolvendo altíssima velocidade, desde a BR de Cabedelo até a via conhecida por Retão de Manaíra, onde chegou a desenvolver mais de 160 km/h, que teria sido a velocidade no momento do impacto”.

Defesa

No pedido, a defesa apontou “a existência de constrangimento ilegal ante a ausência de fundamentação idônea a justificar a decretação de sua segregação cautelar, bem como ausência dos requisitos ensejadores da prisão preventiva”.



Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.