Policial

STJ determina soltura de delegado suspeito de envolvimento na morte de empresário na Paraíba


24/11/2021

Portal WSCOM



O Superior Tribunal de Justiça (STJ) determinou a soltura do delegado Osvaldo Resende Neto, preso após determinação da Justiça da Paraíba, e acusado de envolvimento em uma operação policial que resultou na morte do empresário Geffeson Moura, em março deste ano.

Em abril, a Justiça recebeu a denúncia do Ministério Público da Paraíba (MPPB) e tornou réus o delegado, o policial civil José Alonso Santana e o militar Gilvan Moraes de Oliveira, que estava cedido à Polícia Civil.

Segundo o g1, a defesa apontou que diante da discordância da decisão foi pedido o habeas corpus ao STJ.

“O Superior Tribunal de Justiça entendeu que a prisão era desnecessária, ou seja, que não estavam presentes os requisitos necessários da prisão preventiva. E se trata de uma reafirmação do que defendemos durante todo o processo. O delegado Osvaldo não oferecia qualquer risco à sociedade sergipana”, disse o advogado Guilherme Maluff.



Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.