Educação

SISU 2020.2: MEC inclui oferta de vagas para cursos a distância

As alterações passam a valer já para o processo seletivo do segundo semestre

26/05/2020


Portal WSCOM

O Ministério da Educação (MEC) publicou uma portaria alterando as regras do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Agora, estão incluídas oferta de vagas para cursos a distância. O documento, publicado nesta segunda-feira (25), no Diário Oficial da União, também determina que as instituições ofereçam meios digitais para o estudante encaminhar os documentos necessários para a matrícula. As alterações passam a valer já para o processo seletivo do segundo semestre do programa.

Nesta segunda-feira (25) teve início o prazo para instituições de ensino interessadas em ofertar vagas para o Sisu se cadastrarem no programa.  

No entanto, candidatos só poderão fazer as inscrições para o Sisu 2020.2 entre os dias 16 e 19 de junho. Os estudantes vão poder conferir o número de vagas para cada curso que será ofertado pelo Sisu 2020.2.

O Sisu é um programa do governo, criado em 2012, que possibilita que estudantes concorram a vagas em universidades federais por meio da nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e quanto maior a nota mais chance o candidato tem de ser classificado. 

Podem participar do Sisu, apenas, candidatos que fizeram a última edição do Enem. Algumas instituições adotam nota mínima para inscrições em determinados cursos, por isso, nem sempre a nota do exame será suficiente para se candidatar à vaga. Nesse caso, o candidato pode se candidatar a outro curso ou tentar outra instituição. 

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

Banner Portugal

Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.