Economia & Negócios

Setores da construção civil reclamam de obras públicas da PMJP que continuam em execução, apesar de decreto estadual proibir

21/05/2020


Imagem de obra em execução na Avenida Epitácio Pessoa (Whatsapp)

Por Redação / Portal WSCOM

Nesta quinta-feira (21) foram registrados vários compartilhamentos de mensagens, por meio do aplicativo WhatsApp, que seriam de representantes do segmento da construção civil, com vídeos e fotos anexadas. Em síntese, eles reclamam da continuidade de obras públicas, em João Pessoa, e citam especificamente a Prefeitura Municipal, que continua executando serviços de infraestrutura, apesar do decreto assinado pelo governador João Azevêdo, no último dia 16, que suspende até 31 de maio a execução de construções em 12 cidades.

A medida assinada pelo governador visa a prevenção à disseminação do novo coronavírus. Sobre o segmento da construção civil, o decreto estadual tem o seguinte texto: “Art. 3º Fica suspensa a atividade da construção civil, no período compreendido entre 20 a 31 de maio de 2020, na Região da Grande João Pessoa, abrangendo os municípios de João Pessoa, Bayeux, Cabedelo, Conde, Santa Rita, Alhandra, Caaporã e Pitimbu, bem como em Campina Grande, Queimadas, Lagoa Seca e Puxinanã”.

Os construtores alegam nas mensagens que, enquanto o segmento privado segue paralisado pela norma estadual, em João Pessoa, a Prefeitura Municipal continua executando as obras públicas, a exemplo da intervenção e reestruturação total da Avenida Epitácio Pessoa, que teve início em janeiro deste ano.

Confira um dos vídeos e imagens que têm sido compartilhado:

Imagem de obra em execução na Avenida Epitácio Pessoa (Whatsapp)

Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.