Brasil & Mundo

Walter Santos expõe dados e analisa UFPB como referência nacional antes e durante Coronavírus

Publisher com atuação no País revela performance diferenciada da UFPB com gestão diferenciada de Margareth Diniz

02/05/2020


A reitora da UFPB, Margareth Diniz. (Foto: Reprodução)

Margareth Diniz eleva UFPB a patamar de liderança nacional antes, durante e depois do COVID-19 mostrando fundamentos do ensino gratuito

Ninguém se iluda. Faz tempo que a Universidade pública brasileira vive no alvo dos mercantilistas do ensino privado, entretanto, é numa hora como a que estamos vivenciando de grave crise sanitária internacional que identificamos a real importância do ensino gratuito com o nível do que produz a UFPB a justificar a manutenção do “ status quo”.

Na realidade contemporânea, contudo, é preciso fazer justificar e destacar a ação conjunta do reitorado da professora Margareth Diniz, não só garantindo lisura e transparência administrativa como de capacidade científica, acadêmica e de extensão elevando a UFPB a patamar de nível nacional.

Ao longo dos últimos meses, a UFPB se credenciou como instituição ágil e dinâmica para produzir em tempos recordes equipamentos para atender o enfrentamento ao Coronavírus no mesmo patamar da USP, sabendo -se que a Universidade paulista tem um tanto de vezes a mais de recursos para tudo, em especial, na pesquisa. Está dando um show de competência.

Em tempo: a Universidade pública corresponde apenas a 20% do ensino de terceiro grau, as faculdades privadas representam 50% do todo, mas só as Públicas produzem 80% das pesquisas no Brasil. A UFPB está na vanguarda.

SISTEMA EXEMPLAR DE GRADUAÇÃO

Além de ter sido a Universidade púbica brasileira com maior produção de pesquisas, a UFPB lidera como exemplo nacional de instituição vanguarda no desenvolvimento da mais sofisticada plataforma de ensino gerando condições únicas de monitoramento em tempo real das atividades acadêmicas, como se fosse Harvard ou Sorbonne, nos EUA e Franca, respectivamente.

Este modelo desenvolvido pela UFPB é tão vanguardista que passou dias atrás a ser apoiado para ser implantado em todas as universidades públicas de ensino gratuito do País.

É este exemplo da UFPB que faz a reitora Margareth Diniz , professora doutora de gestão singular, expor a Universidade Federal criada por José Américo de Almeida, federalizada por Abelardo Jurema e globalizada por Lynaldo Cavalcanti de Albuquerque como referência internacional na atualidade em tempos de graves crises mundiais.

Detalhe: com ensino público e de vanguarda na graduação, pós-graduação e extensão, que precisa assim se manter.

É Top dos Tops.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.