Brasil & Mundo

Sedação é retirada e Dominguinhos segue com ventilação mecânica


02/01/2013



 Médicos do Hospital Santa Joana, no Recife, retiraram a sedação do cantor e compositor Dominguinhos, de acordo com boletim médico divulgado na manhã desta quarta-feira (2). O músico está internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da unidade de saúde, no Recife, desde o dia 17 de dezembro, em tratamento contra uma infecção respiratória e uma arritmia cardíaca. Apesar de a sedação ter sido retirada, ele ainda não despertou, portanto ainda tem ventilação mecânica, ou seja, respira com a ajuda de aparelhos.

Ainda de acordo com o boletim médico, o quadro clínico do artista segue estável e a infecção respiratória está melhor, mas o tratamento antimicrobiano continua. Domiguinhos também continua com o marcapasso temporário e a medicação antiarrítmica.

O instrumentista é portador de diabetes e luta contra um câncer de pulmão há cerca de seis anos.

História
José Domingos de Morais, mais conhecido como Dominguinhos, é natural de Garanhuns, no Agreste de Pernambuco. Conheceu Luiz Gonzaga com oito anos de idade. Aos 13 anos, morando no Rio de Janeiro, ganhou a primeira sanfona do Rei do Baião, que três anos mais tarde o consagrou como herdeiro artístico.

Instrumentista, cantor e compositor, em 2002 ganhou o Grammy Latino com o CD "Chegando de Mansinho". Ao longo da carreira, fez parcerias de sucesso com Gilberto Gil, Chico Buarque, Anastácia, Djavan, entre outros. Atualmente, Dominguinhos é considerado o sanfoneiro mais importante do país.



Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.