Paraíba

Secretário do Governo destaca atuação no setor pesqueiro na PB

Desenvolvimento

14/01/2014


A aquicultura da Paraíba tem mais um motivo para comemorar. Resultado do empenho do prefeito de Bananeiras, Douglas Lucena (PPS), em parceria com a Secretaria de Pesca e Aquicultura do Governo do Estado e o deputado Jutay Meneses (PRB), a cidade de Bananeiras foi contemplada pelo Governo Federal com quase R$ 15 milhões para a reestruturação da aquicultura paraibana.

“A pesca e aquicultura do nosso Estado vive indiscutivelmente um novo momento nesses últimos anos. Tanto já se tem melhorado que seria o mesmo que comparar uma TV de válvula com uma TV de LED; um telefone TDMA ‘tijolão’ com um Iphone”, ponderou o secretário de Pesca do Estado, Sales Dantas (PRB).

De acordo com Sales, depois de um esforço concentrado, Bananeiras alcançou o patamar de ‘maior produtor de peixe em cativeiro da Paraíba’.

“É importante destacar o quanto Douglas se empenhou para conseguir essa vultosa verba para a cidade. Seu foco na criação de meios de desenvolvimento local, em especial na geração de emprego e renda, precisa servir como um exemplo a ser seguido por todos os prefeitos da Paraíba”, enfatizou Sales, ao tratar do crescimento da produção pesqueira do Estado. “O que mais nos deixa empolgados é que estamos criando condições para triplicar essa produção”.

Ao se referir a mais essa vitória para o Estado – que fará de Bananeiras o maior produtor de ração aquícola da Paraíba – Sales lembrou as tantas conquistas alcançadas pelos que hoje lutam pelos interesses da pesca paraibana.

“Poucos Estados conseguiram avançar tanto em tão pouco tempo. Tal constatação não é feita por nós, mas pelo próprio Governo Federal, que não cansa de destacar esse ótimo momento vivido pela Paraíba. Embalados nesse ‘vento’ a favor, vamos navegar mais longe, perseguindo a melhoria substancial desse meio produtivo tão importante para a economia paraibana”.

Ainda salientando as conquistas recentes da pesca, Dantas lembrou que a Paraíba enfim voltou ao hall dos ‘grandes’ da pesca oceânica.

“Como podíamos falar de pesca de grande impacto se ainda temos embarcações com 50 anos de uso?”, questionou Sales, apontando os incentivos do Governo do Estado como os responsáveis pela ida ao mar de dois recém entregues navios pesqueiros paraibanos, que figuram na atualidade entre os mais modernos da América Latina.

“Os próprios pescadores são os grandes propagandistas dessa nova realidade. A satisfação é vista pela tranquilidade com que hoje se empenham ao trabalho”, destacou o secretário.

Assessoria



Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.