Política

Santiago cobra participação em discussões e reafirma que Veneziano não é único

Crise


21/01/2013

O nome do ex-prefeito de Campina Grande, Veneziano Vital do Rego, foi lançado como consenso dentro do PMDB para disputar o governo do Estado em 2014. Mas a forma como isso aconteceu acabou chateando um dos caciques do partido na Paraíba. O ex-senador Wilson Santiago, se sente excluído das discussões do partido e volta a dizer que Veneziano não é o único nome do PMDB e da oposição.

Para Santiago, Veneziano é um bom quadro e um bom nome para disputar o governo do Estado em 2014, mas não é o único. Ele quer uma discussão mais ampla no partido e em outras legendas da oposição, como o PT.

Santiago reclama ainda de está sendo excluído das discussões para formação da chapa majoritária de 2014. “No PMDB nacional sempre sou lembrado para formação de qualquer chapa em 2014, mas aqui na Paraíba tenho sido excluído”, destaca.

O deputado federal Manoel Junior acha que não há motivos para as reclamações de Wilson e não acredita que ele deixe o partido. Se especula, que o ex-senador já tenha recebido convites de vários partidos para sair do PMDB.

“Maranhão tem dito que não vai disputar nenhum cargo em 2014, estão querendo plantar a discórdia no PMDB, mas não vão conseguir. No PMDB existe espaço para discussões e todas as opiniões são ouvidas e respeitadas. Santiago não tem motivo para deixar o PMDB, até por que suas bases para eleição de senador são todas do partido”, destacou.
 



Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
// //