Futebol

Rogério Ceni tem o 2º pior aproveitamento de um técnico nos últimos 10 anos

11/01/2021


(Photo by Buda Mendes/Getty Images)

LANCE!

Pressionado após a segunda derrota consecutiva, Rogério Ceni, em 12 jogos até aqui pelo Flamengo, soma quatro vitórias, quatro derrotas e quatro empates, o que resulta em 44,4% de aproveitamento – além de duas quedas. O percentual é o 2º pior de um técnico no clube nos últimos dez anos. Só fica à frente de Ney Franco (2014).

Veja todos (dos mais recentes aos primeiros):

Domènec Torrent (2020) – 26 jogos / Aproveitamento de 64,1%.

Jorge Jesus (2019-2020) – 57 jogos / Aproveitamento de 81,3%.

Abel Braga (2019) – 30 jogos / Aproveitamento de 71%.

Dorival Júnior (2018) – 12 jogos / Aproveitamento de 66,7%.

Maurício Barbieri (2018) – 25 jogos / Aproveitamento de 64%.

Paulo César Carpegiani (2018) – 17 jogos / Aproveitamento de 70,6%.

Reinaldo Rueda (2017) – 31 jogos / Aproveitamento de 52%.

Zé Ricardo (2016-2017) – 90 jogos / Aproveitamento de 62%.

Muricy Ramallho (2016) – 26 jogos / Aproveitamento de 58%.

Oswaldo de Oliveira (2015) – 18 jogos / Aproveitamento de 50%.

Cristóvão Borges (2015) – 18 jogos / Aproveitamento de 46%.

Vanderlei Luxemburgo (2014-2015) – 59 jogos / Aproveitamento de 60,5%.

Ney Franco (2014) – 7 jogos / Aproveitamento de 14%.

Jayme de Almeida (2013/2014) – 50 jogos / Aproveitamento de 62%.

Mano Menezes (2013) – 22 jogos / Aproveitamento de 50%.

Jorginho (2013) – 14 jogos / Aproveitamento de 59,5%

Dorival Júnior (2012-2013) – 37 jogos / Aproveitamento de 51%.

Joel Santana (2012) – 31 jogos / Aproveitamento de 60%.

Vanderlei Luxemburgo (2010-2012) – 84 jogos / Aproveitamento de 58%.



Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.