Política

Revista NORDESTE: Pandemia provoca reformulação na estrutura e ajustes na equipe da Sudene

28/06/2020


Novo superintendente Evaldo Cruz Neto em reunião sobre o processo de reformulação na Sudene

Portal WSCOM

Já está em circulação a edição de número 161 da Revista NORDESTE. Entre as matérias destacadas na capa, uma sobre a reformulação sofrida na Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene), durante a pandemia de Covid-19.

Em entrevista, o novo superintendente da Sudene, Evaldo Cruz Neto, que explica a reformulação em curso no órgão de fomento nordestino para atender as necessidades dos nove estados e para a retomada da economia. Ele explica como a pandemia tem provocado fortes modificações na estrutura, que exige pesquisas aprofundadas sobre a sociedade com o objetivo de refazer o Plano Regional de Desenvolvimento do Nordeste (PRDNE).

Reprodução: Revista NORDESTE

Leia na íntegra:

A REFORMULAÇÃO ATUAL NA SUDENE

Pandemia provoca fortes ajustes, exige pesquisas aprofundadas na sociedade e refaz o PRDNE para apoiar efetivamente todos estados já

Por Walter Santos

O superintendente da SUDENE, Evaldo Cruz Neto, antecipou em pronunciamento Exclusivo à Revista NORDESTE que há em curso já algum tempo articulações internas na instituição para construir saídas reais diante dos graves efeitos do Coronavirus nos vários níveis dos Estados vinculados à Superintendência a exigir propostas e saídas a curto, médio e longo prazos.

É com base nesta realidade que o superintendente está focando em soluções, segundo revelou à publicação:

– O momento de retomada requer uma ampla e profunda discussão, uma vez que estamos diante da maior crise econômica dos últimos tempos, disse ele, para comentar minuciosamente:

– O caminho para o “day after” será tortuoso. A SUDENE como órgão de planejamento da Região Nordeste e do norte de Minas Gerais e Espírito Santo, está em processo visando a contratação de pesquisa, qualitativa e quantitativa, com ampla oitiva da classe empresariada, dos trabalhadores em seus mais amplos aspectos, visando dar respostas ao pós-crise amparada em números, captando o desejo e expectativas, identificando os principais setores mais sensíveis a retomada, os empregos, eventualmente, que deverão deixar de existir, indicando as mais variadas possibilidades.

Mas será preciso estudos à base da ciência, diz ele:

– Tal pesquisa servirá como norte aos Estados e Municípios, além de toda a população, frisou.

MECANISMOS EXISTENTES E AJUSTADOS

O superintendente tem alinhado estudos , pesquisas e discussões aos instrumentos legais da SUDENE com ajustes na perspectiva de gerar incremento econômico. Afirmou ele:

– Paralelamente à elaboração da pesquisa, está em curso um estudo que visa realizar adequação junto ao Fundo de Desenvolvimento do Nordeste, dando ao mesmo uma nova roupagem, mais moderna e aderente ao momento de país. Além de refletir sobre adequações no Fundo Constitucional, que também será beneficiado com os números da pesquisa, quando da vinculação e prioridades de aplicação dos recursos para o ano subsequente, sendo esta a primeira vez, no período recente, que tal indicação de fará baseados em parâmetros quantitativos e qualitativos, observou para adiantar:

ADEQUAÇÃO NO FUNDO DE DESENVOLVIMENTO

– No que tange ao Fundo de Desenvolvimento, a ideia da nova roupagem visa transforma-lo em um Fundo Garantidor de operações, suplantando contratações financeiras, apoiando as empresas que terão dificuldades no acesso ao crédito e indicação de garantias, face a crise instalada pelo Covid-19, acrescentou.

Para ele, “será um grande instrumento para alavancar grandes operações financeiras. Além disso, o estudo em curso, com imprescindível apoio Ministério do Desenvolvimento Regional, do Ministro Rogério Marinho, indica a possibilidade do fundo fomentar estudos de pré-viabilidade de PPPs, tão necessárias para fomentar a infraestrutura do país, abarcando estradas, portos, esgotamento sanitário”.

PRDNE TAMBÉM COM ADEQUAÇÕES

Evaldo Cruz Neto não tem dúvidas de ajustar o PRDNE com efetividade na prática em favor dos Estados :

– Outro ponto que estamos trabalhando, refere-se à necessidade de adequações do Plano Regional de Desenvolvimento do Nordeste, tornando-o aderente ao momento em que vivemos. As adequações estão sendo feitas dentro do Acordo de Cooperação da SUDENE com o PNUD – Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, tendo a CGEE – Centro de Gestão e Estudos Estratégicos como empresa contratada para aprofundar todos os assuntos relativos ao PRDNE.

Por fim, declarou que “temos plena ciência do momento difícil que estamos passando e ainda vamos passar, mas, a SUDENE, o Ministro Rogério Marinho e o Governo do Presidente Bolsonaro está atento em apresentar os meios mais curtos para que a recuperação econômica se dê em “V”, com curva de crescimento íngreme e acelerada”.

Banner Portugal

Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.