Paraíba

Revista NORDESTE ganha terceiro lugar do Prêmio Sebrae de Jornalismo

PREMIACAO

08/05/2013


{arquivo}Na noite desta terça-feira (7 de maio), o Sebrae Paraíba reconheceu e premiou os jornalistas paraibanos que melhor abordaram o tema empreendedorismo em reportagens no ano de 2012. O Prêmio Sebrae de Jornalismo reuniu profissionais da imprensa paraibana e homenageou o Jornal A União pelos seus 120 anos, em um evento criativo e original, contando as mudanças ocorridas na produção jornalística. O Grupo WSCOM foi um dos premiados da noite com a Revista NORDESTE, que ficou com o terceiro lugar na categoria imprenso com a matéria do repórter João Thiago, Multiplicando Pães e Oportunidades.

João se disse muito feliz com a conquista e ressaltou que é seu primeiro primeiro prêmio como profissional, já que ganhou outros ainda como estudante. "Espero que seja, o primeiro de muitos", destacou.

Já a editora da Revista, Rivânia Queiroz, lembrou que a matéria saiu de uma das primeiras edições em que estava a frente da publicação e que se sente muito orgulhosa pelo prêmio.

Os premiados foram divididos em quatro categorias: internet, rádio, TV e impresso. Os primeiros lugares de cada categoria receberam um troféu, viagem para Fernando de Noronha e concorrem ao Prêmio Sebrae de Jornalismo Nacional, em junho. Os segundos e terceiros lugares ganharam um certificado de reconhecimento pelo trabalho.

Os premiados em web jornalismo foram: Raquel Medeiros (1° e 3° lugar), do site Nas Entrelinhas, com as matérias “Olha o Sapateiro” e “A arte dá um baile de história e cultura no Salão”; e Fábio Bandeira de Mello, Agatha Justino, Eber Freitas, Mayara Chaves e Simão Mairins, do Portal Administradores, em 2° lugar com a matéria “E agora, como administrar?”.

Na categoria radiojornalismo os vencedores foram: Jaqueline Oliveira (1° lugar), da rádio Cidade Sumé, com a matéria “Do Sol a renda: uma esperança para viver”; Herta Riama (2° lugar) da Rádio Tabajara, com “Jovens empreendedores”; e Geovanne Santos, Socorro Bezerra e Elivelton Titto (3° lugar), da rádio Campina FM, com a matéria “Como começar um negócio com poucos recursos”.

Em telejornalismo, os premiados foram: Wendell Rodrigues (1° lugar), da TV Correio, com a série “Ouro Verde”; Richeli Bezerra (2° lugar), da TV Tambaú, com a série “Eu acredito na Copa”; e Izabella Freitas (3° lugar), da TV Paraíba, com “Empreendedorismo sustentável. Medidas simples, mas que fazem toda a diferença”.

Já em jornalismo impresso, os primeiros lugares foram para: Tássio Ponce de Leon e Simão Mairins (1° lugar), do Correio da Paraíba, com a matéria “Descontrole e falta de conhecimento no campo: alimento, solo e até leite materno têm agrotóxico”; Maria Lívia Cunha (2° lugar), do Jornal da Paraíba, com “Empreender é cada vez mais delas”; e João Thiago (3° lugar), da revista Nordeste, com “Multiplicando pães e oportunidades”.

Nesta quinta edição do prêmio, foram inscritos 48 trabalhos nas quatro categorias. Em todo o país, foram inscritos 1.279. Os quatro primeiro lugares da etapa estadual irão concorrer à premiação nacional e disputam o Grande Prêmio Sebrae de Jornalismo, no valor de R$ 25 mil. Além do prêmio principal, serão escolhidos os melhores trabalhos em cada categoria, que irão receber R$12,5 mil cada um. Também haverá menções honrosas em cada categoria e cada um dos contemplados receberá R$ 3 mil.

Reconhecimento da história e construção do futuro

A solenidade de entrega do prêmio foi também uma homenagem aos 120 anos do jornal A União, considerado a “escola do jornalismo paraibano” e um reconhecimento a três jornalistas desse veículo de comunicação. Foram homenageados e receberam certificados Arlindo Almeida (in memoriam), Hélio Zenaide e Naná Garcez.

“É uma satisfação participar dessa premiação aos bons profissionais e receber esta homenagem em nome do jornal A União. Um bom jornalismo significa uma boa sociedade”, destacou o superintendente de A União, Fernando Moura, que também entregou uma comenda ao Sebrae Paraíba pela contribuição à produção de um jornalismo de qualidade.

O diretor técnico do Sebrae, Luiz Alberto Amorim, ressaltou a justa homenagem ao jornal mais antigo do Estado e parabenizou todos os profissionais de comunicação. “Quero que todos que estão aqui se sintam reconhecidos pelo Sebrae. Esse é o papel de cada um de vocês: prestar informação com credibilidade. É preciso olhar sempre para nossa história para construirmos nosso futuro”, disse Luiz Alberto, que representou o superintendente Julio Rafael, que está de licença médica.

A presidente da Associação Paraibana de Imprensa (API), Marcela Sitônio, ressaltou a importância do reconhecimento e premiação para o profissional de comunicação. “Essa premiação valoriza um setor importantíssimo da nossa economia, as micro e pequenas empresas e os empreendedores”, afirmou Marcela.
 


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.