Economia & Negócios

Redes sociais são primordiais para o seu negócio local e Paraíba sabe disso

11/01/2021


Imagem divulgação - Foto: Pexels

Portal WSCOM



Na era digital a forma como as pessoas se conectam entre elas e com as marcas e negócios mudou substancialmente.

Antes os consumidores se deslocavam aos estabelecimentos para comprar algo que fora publicitado pelos meios de comunicação tradicionais, na era digital o provável é que tenham sabido do produto através das redes sociais por intermédio do feedback de influenciadores, utilizados como embaixadores das marcas.

O avanço da tecnologia passou a permitir também que os consumidores adquirissem os seus produtos em lojas online colocando do lado das marcas e dos negócios uma nova questão super importante que é conseguir levar o consumidor a comprar o seu produto sem o ver fisicamente.

Para isso acontecer é preciso que as marcas e negócios consigam- se conectar com os seus clientes através das redes sociais que são ferramentas poderosíssimas para conquistar clientes, interagir com eles promovendo os seus produtos e consequentemente aumentar as vendas.

Com o boom das redes sociais duas questões se tornaram fundamentais para os negócios e para as marcas, entender e identificar o seu público-alvo e perceber em que rede social este se encontra.

Com base nestes dois pontos fundamentais existem estratégias simples que podem ser adotadas:

Definir em que redes sociais deve marcar presença

Cada rede social tem um grupo etário e de preferências que pode ser bem distinto. Por exemplo, os usuários que se encontram na rede social Linkedin têm características diferentes dos da rede social Instagram.

A primeira é uma rede social mais formal, direcionada para que as entidades empregadoras e potenciais trabalhadores se conectem, já a segunda é uma rede social mais jovem e visual onde a interação se dá essencialmente através de imagens.

Isto significa que os negócios e marcas que pretendam comunicar através destas redes sociais precisem identificar onde estão os seus clientes e potenciais clientes e, primeiro, precisem de comunicar de forma eficaz adequando o conteúdo e a mensagem consoante a rede social que utilizam.

Os celulares têm cada vez mais um papel importante

Atualmente a maioria das pessoas acessa as redes sociais através do celular o que muda totalmente a forma como os negócios e as marcas devem comunicar.

Esta dupla redes sociais e celulares abre novas portas a diferentes setores de negócio, mesmo os de pequena dimensão, que conseguem graças às redes sociais segmentarem a sua mensagem para que chegue ao público-alvo, nomeadamente os que residem na mesma zona, ideal para negócios de restauração, para usuários das redes que demonstrem determinados interesses, ou até para determinadas faixas etárias.

Em Paraíba a maioria dos negócios entende a importância das redes sociais, com 77% dos pequenos negócios a utilizarem as redes sociais para vendas, segundo uma pesquisa do Sebrae, com Paraíba a ser o terceiro estado que mais utiliza as redes sociais para vender produtos e serviços.

Segundo o mesmo estudo, as redes sociais mais usadas pelos pequenos negócios são o WhatsApp e Instagram e uma das ferramentas digitais mais utilizadas as propagandas pagas que permitem aos pequenos negócios publicitar através das redes sociais.

O uso de aplicativos também pode ser uma boa estratégia

Uma vez que a maioria das pessoas se ligam online através do celular, uma boa forma das marcas e negócios se destacarem é na criação de aplicativos próprios que são otimizados para dispositivos móveis.

São já vários os exemplos de negócios que desenvolveram aplicativos que tornam o acesso através do celular simplificado e mais rápido.

O aplicativo Easy Taxi é uma ferramenta simples que permite conectar passageiros e motoristas tornando os serviços de táxi mais eficientes. Atualmente um taxista que esteja conectado neste aplicativo terá maiores oportunidades de conseguir clientes do que um que esteja fora.

Outro segmento de negócio que ganhou muito com os aplicativos foi o setor da restauração. O aplicativo iFood permite aos clientes acederem ao cardápio de cada estabelecimento e fazer o seu pedido online. Se é dono de um negócio deste setor é obrigatório colocar o seu estabelecimento na listagem deste aplicativo.

Também o setor do entretenimento percebe a importância dos aplicativos, sendo inclusive os aplicativos mais baixados no Brasil.

Aplicativos que informam os usuários dos resultados das partidas de esportes como o FlashScore Brasil são muito populares e permitem inclusive a que os negócios publicitem através de anúncios no aplicativo.

Outro bom exemplo na área do entretenimento é a indústria dos cassinos que entendendo que cada vez mais pessoas opta por formas de entretenimento através do celular apostam em aplicativos desenhados especialmente para dispositivos móveis.

Sendo os negócios do estado de Paraíba bastante ativos nas redes sociais é importante que se for dono de um não fique de fora por mais tempo e utilize estratégias para se destacar dos demais.



Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.