menu

Esporte

02/12/2019


Raí abre o jogo sobre Fernando Diniz: ‘Não estamos satisfeitos’

Após a derrota por 3 a 0, diretor reforçou a ideia de não manter o técnico Fernando Diniz para a próxima temporada.

Fox SPORTS

 

O diretor de futebol do São Paulo, Raí, concedeu entrevista após a derrota para o Grêmio por 3 a 0, neste domingo, em Porto Alegre. Na saída da delegação do estádio, o cartola e um dos maiores ídolos do clube reforçou a ideia de manter o técnico Fernando Diniz para a próxima temporada, apesar da grande pressão sobre ambos e a diretoria não estar “satisfeita” com o trabalho.

 

“Nenhuma mudança, a ideia é essa, que ele permaneça. O que acontece é que já poderíamos ter nos classificado à fase de grupos da Libertadores. Se isso não aconteceu ainda, não estamos satisfeitos. Mas, o mais insatisfeito é o Fernando Diniz. Essa responsabilidade é compartilhada entre todos nós. O trabalho vem sendo bem feito. Obviamente, não tem a regularidade imaginada por todos nós”, afirmou Raí.

 

Com contrato até o final do ano, o ex-jogador de futebol também comentou sobre a possibilidade de renovar seu vínculo com o São Paulo e dar continuidade ao trabalho que vem sendo feito por ele no departamento de futebol do clube. Para Raí, pelo menos por enquanto, não é momento de pensar nisso.

 

“Por enquanto, o foco, o mais importante, é o São Paulo se classificar para a fase de grupos da Libertadores. Tendo ainda a oportunidade em nossas mãos, o foco é 100% nisso”, prosseguiu, desconversando.

 

“Pressionado o São Paulo sempre vai estar, começamos o campeonato pensando em título. Então, o mínimo que temos que conseguir é essa classificação à fase de grupos da Libertadores. O São Paulo tem que se superar, conseguir essa vaga, para depois pensar em objetivos mais ambiciosos”.

 

“Obviamente a responsabilidade é compartilhada, mas só quem pode tirar o São Paulo dessa situação são as pessoas que estão aqui. Cada um dá sua opinião, mas cada um cumpre com suas responsabilidades. Há um grupo capaz para conseguir essa classificação, e o clube tem que pensar em melhorar em todos os aspectos. Conseguir essa classificação temos condições e qualidade de sobra para isso”, concluiu.