menu

Paraíba

14/02/2013


Publicação sobre pesca destaca a Paraíba

Divulgação

 Uma das publicações voltadas para os amantes da pesca, a ‘Bíblia do Pescador’, traz na sua mais nova edição informações detalhadas dos dezessete estados costeiros, entre eles a Paraíba, que ocupa treze páginas da revista. Na matéria, a descrição do potencial pesqueiro nos 130 Km de praias, mangues e do rio Paraíba.

A reportagem foi produzida pelos jornalistas Alessio Freire e Marcelo Esteves. Em outubro de 2012, os jornalistas puderam conhecer os principais praias do litoral paraibano e realizar apesca oceânica. Na ocasião, a Empresa Paraibana de Turismo (PBTur), a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis na Paraíba (ABIH-PB) e a Abrasel-PB viabilizaram a estadia dos jornalistas.

De acordo com o produtor da Bíblia do Pescador, Roberto Conti, a parceria com a PBTur, ABIH-PB e Abrasel-PB foi importante para a viabilidade deste trabalho no Estado. O produtor destacou ainda que o ‘Destino Paraíba’ vem ganhando grande visibilidade como opção para quem busca um turismo de qualidade.

Variedade de peixes

Nesta 25ª edição, o leitor da Bíblia do Pescador descobre que nas praias do litoral Norte paraibano, na região do município Rio Tinto, os peixes mais comuns são os pampo-comum ( trachinotus carolinus), o roncador (condon nobilis), os robalos, o tibiro/guaivira/salteira (Oligoplites), carapeba e caratinga (Diapte auratuss e D. rhombeus), arraias e bagres como ariaçu (Genidens genidens) e o bagre-bandeira ou de openacho (Bagre marinus).

Com uma tiragem de 50 mil exemplares e 340 páginas, a publicação oferece roteiros, mapas, serviços e dicas, além de imagens surpreendentes para o leitor aproveitar ao máximo uma das maiores riquezas do Brasil. A publicação está disponível em bancas de revistas, livrarias, sites de vendas pela internet e em algumas casas de pesca. O produto é elaborado para que o pescador possa se orientar e fazer consulta permanente para as suas pescarias ao longo dos próximos anos.