Política

PTB diz que acompanha caso de Wilson Santiago e defende ‘direito ao contraditório e à ampla defesa’

24/01/2020


Foto: Reprodução

Portal WSCOM



O diretório Nacional do PTB lançou uma nota em que se manifesta sobre o caso do deputado federal Wilson Santiago, alvo da Operação Pés de Barro, da Polícia Federal, e afastado da Câmara Federal.

O partido diz que acompanha o caso e defende o direito ‘ao princípio do contraditório e à ampla defesa’ para o deputado, que é presidente da legenda na Paraíba.

Leia:

‘Sobre as investigações e denúncias contra o deputado federal e presidente do PTB da Paraíba, Wilson Santiago, por suposta participação em irregularidades em obras no interior paraibano, o PTB vem a público reiterar que segue acompanhando o caso, bem como afirmar que aguarda, respeitosamente, a importante e necessária decisão da Justiça sobre as acusações feitas contra o referido petebista.

Posto isso, o PTB defende que Wilson Santiago tenha direito ao princípio do contraditório e à ampla defesa, a fim de que consiga provar sua inocência não somente perante a Justiça, mas também a sociedade brasileira, em especial ao povo da Paraíba.’

Caso

A Polícia Federal deflagrou no dia 21 de dezembro a Operação Pés de Barro, para desarticular uma organização criminosa dedicada à realização de pagamentos ilícitos e superfaturamentos de obras no Sertão da Paraíba.

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Celso de Mello, determinou o afastamento de Wilson Santiago das suas funções na Câmara Federal no mesmo dia da Operação.



Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.