Política

PT cumpre determinação e eleição interna é liberada; Lucélio lamenta judicializa

PED NO PT

10/11/2013


O PT cumpriu a determinação da juíza da cidade de Sousa, Aylzia Fabiana Borges Carrilho, que suspendeu o Processo de Eleição Direta, até que um correligionário do deputado federal Luiz Couto tivesse direito a votar, e a eleição foi liberada e transcorre normalmente.

O integrante do partido reclamou que não teve direito a uma lista da votação e ingressou na Justiça para ter direito a votar. A juíza determinou que o processo fosse suspenso até que fosse providenciada a votação do filiado.

No meio da tarde, a determinação foi cumprida, e o processo transcorre normalmente.

O candidato a presidentr do partido em João Pessoa, lamentou o ocorrido. "Quem faz isso é por que sabe que no voto não vence".

Banner Portugal

Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.