menu

Política

18/10/2019


PSL pedirá cassação de deputado que gravou reunião do partido

Imagem: Reprodução

 Em mais um capítulo da guerra interna travada dentro do PSL, a legenda, que é presidida nacionalmente por Luciano Bivar, decidiu pedir a cassação do deputado Daniel Silveira, do próprio PSL. 

A decisão foi tomada nesta sexta-feria, 18. Para a ala pró-Bivar, Silveira quebrou o decoro parlamentar do partido ao gravar reunião da bancada como espião de Jair Bolsonaro, que é o do PSL. 

O fato é inédito no conselho. Jamais, desde sua criação, em 2002, um partido ingressou com representação contra um parlamentar filiado a seus quadros. O colegiado, até hoje, apreciou 166 casos.

Na conversa gravada por Daniel Silveira, o líder do PSL na Câmara, Delegado Waldir, chama Jair bolsonaro de “vagabundo” e diz que vai implodi-lo.

Em entrevista ao Estado de S. Paulo nesta sexta-feira, Delegado Waldir confirmou a intenção do PSL de ir ao Conselho de Ética contra Daniel Silveira, e voltou a chamar Bolsonaro de “vagabundo”

_

Brasil 247