menu

Paraíba

12/10/2019


Procurador-Geral do Estado confirma número de vagas e provável data de divulgação do edital para o concurso público da PGE-PB

Fábio Andrade Medeiros é procurador-Geral do Estado (WSCOM)

Por Ângelo Medeiros
Portal WSCOM

 

O procurador-geral do Estado, Fábio Andrade Medeiros, confirmou em contato com a Redação do Portal WSCOM a quantidade de vagas que serão ofertadas no próximo concurso público para a Procuradoria-Geral do Estado da Paraíba (PGE-PB). Ele também comentou sobre o provável período de divulgação do edital e realização da prova para o certame, que é um dos mais esperados pelos concurseiros da área jurídica em todo o país.


Segundo Fábio Andrade, serão ofertadas 12 vagas para o cargo de procurador do Estado da Paraíba. A comissão responsável pela organização inicial do concurso, presidida pelo próprio procurador-geral do Estado, já iniciou os trabalhos para elaboração do edital de abertura que deverá ser lançado ainda este ano.


“Vamos reunir a comissão organizadora para definir o regulamento do concurso, as questões preliminares sobre o edital e o processo para contratação da empresa que ficará responsável pela realização do concurso. São 12 vagas e, provavelmente, o edital estará na rua provavelmente até o final do mês de novembro, e a prova deverá ser realizada no primeiro semestre do próximo ano”, disse.


De acordo com o ato publicado no Diário Oficial Estado do último dia 1º deste mês, foram designados sete membros pra comporem a comissão interna que ficará responsável pela organização inicial do certame. São eles: o procurador-geral do Estado, Fábio Andrade Medeiros; o procurador-geral adjunto, Paulo Márcio Soares Madruga; os procuradores de Estado Daniele Cristina Cesário Tavares de Albuquerque, Felipe Tadeu Lima Silvino, Ricardo Ruiz Arias Nunes; e o advogado Wilson Ribeiro de Moraes Neto, representando a Ordem dos Advogados do Brasil – Secional da Paraíba (OAB-PB).


Poucos profissionais na ativa

 

A PGE-PB conta atualmente com apenas 49 procuradores de Estado em atuação. De acordo com o presidente da Associação dos Procuradores do Estado da Paraíba (ASPAS), Flávio Lacerda, muitos dos aprovados nos últimos concursos na Paraíba migraram para outras carreiras, e outros pediram aposentadoria. “Estamos com um déficit de quase 50 procuradores de carreira e isso dificulta o trabalho de defesa do Estado. Quem sofre com isso somos todos nós paraibanos e contribuintes, que precisamos desse reforço nos quadros da Procuradoria”, pontuou.

 

Ele ressalta que a realização do concurso público para procurador do Estado é um pleito antigo defendido pela ASPAS, que foi apresentado ao então candidato a governador da Paraíba, João Azevêdo, nas eleições de 2018, e, garantido a sua realização pelo atual Chefe do Poder Executivo estadual em duas audiências com representantes da categoria este ano.