Economia & Negócios

Primeira obra da Moura Dubeux em João Pessoa devem gerar 160 postos de trabalho direto


16/06/2023

(Foto: Reprodução)

Portal WSCOM



Tendo como um dos seus principais princípios o respeito à cultura local assim como o desenvolvimento econômico sustentável de suas obras, a Moura Dubeux, que recentemente lançou seu primeiro empreendimento imobiliário em João Pessoa, tem uma previsão de, no pico da obra, gerar aproximadamente 160 postos de trabalho de forma direta. A empresa, que é listada na Bolsa de Valores e atua em sete estados do Nordeste, já atinge mais de 4.200 colaboradores, para os quais oferece um conjunto de ações que a fazem um excelente lugar para se trabalhar, sendo certificada pelo GPTW (Great Place to Work).

 

Para o gerente de incorporações em João Pessoa, João Bakker, compreende-se que o legado da MD para a cidade vai muito além dos empreendimentos e a transformação do seu entorno, alcançando famílias e transformando vidas. “A Moura Dubeux, através do MD Social, também tem projetos no sentido de formação de mão de obra para pessoas de comunidades carentes próximas a obras da empresa. No Recife, por exemplo, a MD vem com realizando uma obra emblemática: o retrofit do Moinho, um silo centenário, que antes armazenava grãos, passará a ser um residencial no bairro mais antigo da cidade; e esta obra já emprega pessoas formadas pela MD da comunidade do Pilar, uma dos mais baixos IDHs da capital pernambucana”, destaca.

 

“Em João Pessoa, ainda estamos na fase da instalação do canteiro de obras, mas à medida que formos atuando, com certeza iremos trazer projetos como esses, pois faz parte do DNA da empresa”, diz.

 

Nas obras de praia, do litoral sul de Pernambuco, também foi aberta uma turma de formação de carpinteiros e pedreiros, inclusive com participação de mulheres, para aumento da mão de obra feminina dentro do canteiro de obras, na busca de uma maior diversidade.

 

Mirante – Localizado no Brisamar, que conta com nomes de destaques da própria arquitetura paraibana, atualmente um expoente para o Nordeste. Assinam a obra as arquitetas Beatriz Campelo e Leila Azzouz. São apartamentos com opções de 96 a 122 metros quadrados, com diversos espaços de lazer, como salão de festa com vista panorâmica, hidro garden e gourmet externo.

 



Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
// //