Policial

Presidiário do semiaberto é preso por secretário trabalhando dentro de presídio

inacreditável


15/01/2013

Através do trabalho do Serviço de Inteligência um reeducando que estava em regime aberto, cumprindo pena restritiva de direito, em face da condenação pelo crime de Estelionato, foi preso pelo próprio Secretário de Administração Penitenciária, Walber Virgolino, com apoio do Grupo Penitenciário de Operações Especiais (Gpoe). Sérgio Costa de Souza conhecido como “Gordo Guinga”, de 40 anos, se passava por Agente Penitenciário, na Penitenciária Desembargador Flósculo da Nóbrega, conhecido como Presídio do Róger e portava um revólver calibre 38 especial, com seis munições.

Inicialmente a condenação de Sérgio era para cumprimento de pena restritiva de direito no Hospital Edson Ramalho, conforme consulta no Sítio da Vara de Execuções Penais da Capital. Ele foi encaminhado para a 2ª Delegacia Distrital no Centro da Capital e o caso está sendo investigado pelo Delegado Valdélio Lobo.

Walber Virgolino realizou a prisão em flagrante de delito por porte ilegal de arma de fogo e usurpação de função pública. Além disso, Sérgio vai ter regressão de regime. O Secretário disse ainda que esse é o início da moralização do sistema e outras investigações estão sendo feitas em várias Unidades Prisionais do Estado. “Isso é uma prova que a Seap está mudando e o crime não compensa nem dentro e nem fora do Sistema Prisional da Paraíba, a moralização do Sistema foi um compromisso firmado por mim desde o dia que assumi a pasta e as ações continuam”, frisou. De acordo com o secretário uma sindicância interna será aberta para apurar as circunstâncias em que o homem trabalhava na unidade.

 



Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.