Esporte

Presidente do Grêmio testa positivo para o novo coronavírus

23/03/2020


Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Agência Brasil



A pandemia do novo coronavírus (covid-19) segue causando baixas nos clubes brasileiros. O Grêmio confirmou, em nota oficial, que o presidente Romildon Bolzan testou positivo para a covid-19. De acordo com o clube, Bolzan se encontra em bom estado de saúde, assintomático e em isolamento residencial.

Não é o primeiro caso de infecção por coronavírus na cúpula do tricolor gaúcho. No sábado (21), o vice-presidente Marco Bobsin também foi diagnosticado positivo para o novo coronavirus. O Grêmio informou que o dirigente está em observação no Hospital Moinhos de Vento, em Porto Alegre, e em breve vai cumprir o protocolo de quarentena domiciliar. Outro vice-presidente, Cláudio Oderich também foi submetido ao teste com resultado positivo. De acordo com o clube, Oderich está em casa e em bom estado de saúde.

Além deles, o assessor adjunto da Presidência, Eduardo Fernandes, também testou positivo para Covid-19. Outro assessor, Luiz Ferrari, realizou o teste, porém o resultado foi negativo. Com isso, já são quatro casos confirmados na diretoria gremista.

Oficialmente, na última terça-feira (17), o clube suspendeu as atividades do Departamento de Futebol Profissional e de Transição até hoje, com reapresentação amanhã (24) às 9h, no Centro de Treinamento (CT) Luiz Carvalho. Entretanto, com o atual cenário, a tendência é que esta data seja modificada ainda nesta segunda-feira (23).

As atividades desportivas das categorias de formação, Escola do Grêmio, departamento de base e futebol feminino estão suspensas até o dia 31 de março. Todos os funcionários no grupo de risco foram dispensados compulsoriamente.

O Grêmio realizou uma ação de prevenção com todo o elenco, comissão técnica e funcionários na última sexta-feira (20). Eles passaram por uma avaliação clínica, com aplicação da vacina influenza tetravalente.


Em respeito a Legislação Eleitoral, os comentários estão temporariamente suspensos.