Saúde

Presidente da Unimed JP reforça a importância da prevenção contra a nova variante da covid-19 durante os festejos juninos

Médico Gualter Lisboa Ramalho faz alerta para aumento de casos, reforça importância da prevenção e esclarece oito dúvidas sobre a doença


23/06/2022

(Foto: divulgação/Unimed-JP)

Portal WSCOM

O número de casos de covid-19 vem aumentando nas últimas semanas em todo o país. O receio é que a situação se agrave por causa das aglomerações causadas pelos festejos juninos.

Na rede de serviços próprios da Unimed João Pessoa, o maior plano de saúde da Paraíba, os casos também vêm subindo. O número de atendimentos passou de 50, há cerca de duas semanas, para 500 nos últimos dias, somando os dados do Hospital Alberto Urquiza Wanderley, Hospital Pediátrico e telessaúde. A boa notícia é que, apesar desse crescimento, a taxa de conversão em internação tem sido baixa.

Com esse aumento, dúvidas antigas ressurgem e novas aparecem. Para combater a desinformação e tranquilizar a população, o presidente da Unimed João Pessoa, Gualter Lisboa Ramalho, respondeu a oito das dúvidas mais comuns sobre a covid. Ele também reforçou as recomendações para prevenção de doenças respiratórias, sobretudo covid,  durante os festejos juninos. Confira:

 

01 – Qual exame deve ser realizado em caso de síndrome gripal?

O Eco Teste, o antígeno da covid. Esse é o exame de triagem. O RT PCR tem finalidade para paciente internado.

 

02 – Quando fazer o teste?

Entre o terceiro e o sétimo dia de sintomas. Sobretudo, entre o terceiro e o quinto dia. Nunca antes do terceiro e, a partir do sétimo, a chance é menor de dar positivo.

 

03 – Quais medidas adotar e quais medicações utilizar em caso de contágio?

Hidratar, usar um antitérmico, um analgésico, antitussígeno [medicamento para tratar a tosse]. Agora, cautela no uso de corticoides e de antibióticos, que devem ser utilizados só com avaliação médica prévia, pois podem piorar o quadro futuro de covid.

 

04 – Quanto tempo de isolamento?

Dez dias. Contando a partir do primeiro dia de sintomas, chegou em dez dias pode ir para a rua. Se mantiver sintomas, pode ir para a rua, mas com máscara.

 

05 – É preciso fazer exame para sair do isolamento?

Não. Segundo orientações da Anvisa [Agência Nacional de Vigilância Sanitária], estando assintomático há 24 horas não é necessário exame nenhum. Se tiver sintomático, deve usar máscara porque alguns pacientes com imunidade suprimida podem ter até 20 dias de transmissibilidade.

 

06 – E quanto à sorologia IGG e IGM?

Não servem como critério para liberação de isolamento.

 

07 – O que fazer no caso de entrar em contato com alguém que testou positivo?

A recomendação é manter o uso de máscara por sete dias e, se desenvolver sintomas, fazer exame entre o terceiro e o quinto dia. Antes de desenvolver sintoma, não deve fazer nenhum tipo de exame. Não necessariamente você desenvolve covid quando se expõe ao vírus, sobretudo quando está vacinado.

 

08 – Quais são as recomendações gerais?

Uso de máscaras em ambientes fechados para as pessoas em geral e uso de máscara obrigatório para quem tem comorbidade e para quem está com quadro gripal. No caso de quem tem comorbidade, para se proteger; e quem está com síndrome gripal, para proteger os outros. Manter a higiene das mãos. Atualizar o cartão vacinal: três doses para a população em geral; quatro para pessoas da área da saúde, acima de 50 anos e com imunossupressão; e duas para crianças. É importante manter o cartão vacinal atualizado tanto para covid quanto também para o vírus influenza.



Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.