Paraíba

Prefeitura realiza atividades do Mês da Mulher nesta terça-feira

nesta terça

05/03/2013


A Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), através da Secretaria Executiva de Políticas Públicas para as Mulheres, realiza, nesta terça-feira (5), a roda de diálogo “A Construção das Subjetividades Femininas e o Controle Social da Mídia”, com as jornalistas Patrícia Monteiro (PB) e Rachel Moreno (SP). Na ocasião, serão lançados os livros “A Imagem da Mulher na Mídia: Controle Social Comparado”, de autoria de Rachel Moreno, do Observatório da Mulher, e “Dos Contornos do Corpo às Formas do Eu”, de Patrícia Monteiro.

A atividade, que será realizada às 14h, no auditório do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras em Educação do Estado da Paraíba (Sintel-PB), faz parte da programação do Mês da Mulher, da Secretaria Executiva de Políticas Públicas para as Mulheres.

A obra de Rachel Moreno, que contou com a colaboração de Tereza Verardo, analisa como as mulheres são tratadas nos meios de comunicação, e compara a legislação sobre a mídia em 12 países que tem determinação sobre o tratamento da imagem da mulher.

“A ideia de trazer para a reflexão as diversas maneiras de formular a legislação com relação a esse tema nos pareceu particularmente relevante num momento de impasse no Brasil, entre as demandas dos movimentos sociais, a resistência dos meios de comunicação e a falta de urgência do governo e do legislativo em implementar mudanças no setor”, afirma Rachel Moreno.

Já a obra de Patrícia Monteiro, professora doutoranda da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) discute as relações entre corpo, mídia e universo feminino e é o resultado da pesquisa no Mestrado em Comunicação na Universidade Federal da Paraíba (UFPB), que foi transformado em livro pela equipe “Para ler o digital” do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da UFPB. “Dos Contornos do Corpo às Formas do Eu” pode ser acessado gratuitamente através do link http://www.insite.pro.br/elivre%20contornoeu.html

Sobre as autoras – Rachel Moreno é formada em Psicologia pela Universidade de São Paulo (USP), especializada em Sexualidade Humana e Dinâmica do Movimento Expressivo, pelo Instituto Sedes Sapientiae e pós-graduada em Sociedade e Meio Ambiente (FESPSP). Trabalha com pesquisa e atua no movimento feminista.

Patrícia Monteiro é jornalista, mestra em Comunicação pelo Programa de Pós-Graduação em Comunicação da UFPB, especialista em Teorias do Texto pela Universidade Federal de Sergipe e ingressou em março de 2012 no Doutorado em Comunicação do PPGCOM/UFPE. Implantou o curso de Jornalismo na Faculdade Maurício de Nassau – unidade João Pessoa, onde foi professora e coordenadora acadêmica de 2010 a 2012.

Ela também atuou como produtora e repórter em emissoras afiliadas da Rede Globo (TV Sergipe e TV Cabo Branco) e foi editora-chefe na TV Arapuan (afiliada de Rede TV). É co-autora dos livros “Mapeando Teorias e Práticas Textuais” e “As Formas do Humano no Discurso do Jornal”. É pesquisadora do Grupo de Pesquisa sobre o Cotidiano e o Jornalismo (Grupecj) e desenvolve pesquisas que contemplam a interface mídia, cotidiano, corpo e discurso.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.