Paraíba

Prefeitura entrega carros aos Conselhos Tutelares e ônibus para Educação

Nesta segunda

19/04/2013


O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, entrega nesta segunda-feira (22), às 9h30, no Centro Administrativo Municipal (CAM), cinco novos veículos aos Conselhos Tutelares das Regiões Norte, Sul, Sudeste, Praia e Mangabeira e também um ônibus escolar que vai beneficiar alunos dos bairros de Gramame e Colinas do Sul.

“Este é o fruto do esforço do Governo Municipal”, destacou Luciano Cartaxo. “Estamos realizando um trabalho planejado e cumprindo com o compromisso de fortalecer as políticas públicas voltadas para a criança e o adolescente na Capital. Estes automóveis darão uma grande contribuição no trabalho dos Conselhos Tutelares e também à educação em João Pessoa”, completou o prefeito.

Segundo a secretária do Desenvolvimento Social, Marta Moura, a entrega dos novos veículos aos conselhos tutelares se constitui no esforço da gestão em melhorar a qualidade dos serviços e fortalecimento das equipes para a garantia das políticas públicas da criança e do adolescente de João Pessoa.

“Logo que assumimos, cumprimos um calendário de visitas aos conselhos, com a proposta de construção de um diagnóstico das reais condições de funcionamento dos conselhos e conhecimento das equipes, com vistas ao diálogo na busca da melhoria das condições de trabalho e equipamentos”, disse ela.

Ônibus – O secretário de Educação, Luiz Souza Júnior, afirmou que o ônibus que será entregue pelo prefeito Luciano Cartaxo, além de beneficiar 200 alunos dos bairros de Gramame e Colinas do Sul, também vai atender estudantes de assentamentos localizados naquela região.

“É mais uma iniciativa para estimularmos os alunos a irem à escola. Essa era uma reivindicação da comunidade para as crianças e o prefeito, de forma emergencial, decidiu atendê-los com a locação do ônibus escolar”, disse.

De acordo com o secretário de Educação, a Prefeitura Municipal de João Pessoa já dispõe de um ônibus para atender parte da população daqueles bairros que frequentam a escola Santos Coelho, mas uma outra parte da população daquela região enfrentava dificuldades para se locomover e reivindicava mais um ônibus escolar para o local há cerca de três anos.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.