Política

Prefeito de Areia acusa ex de deletar folha de pessoal

02/01/2013


O novo prefeito de Areia, Paulo Gomes (PRB) e o vice, André Perazzo (PPS) tiveram uma surpresa desagradável na manhã desta quarta-feira (02) ao iniciar os trabalhos na gestão municipal. Eles alegam que encontraram o caos instalado.

Segundo o prefeito Paulo Gomes, uma das piores constatações foi o fato da antiga gestão ter apagado do Sistema o programa que continha à folha de pessoal dos servidores municipais.

“Não temos nenhum registro de nenhum servidor nos arquivos da prefeitura, apagaram tudo só para tentar prejudicar a nossa gestão, uma tentativa de fazer com que atrasemos os salários”, lamentou.

Como medida, o prefeito já acionou a procuradoria jurídica para que os responsáveis respondam judicialmente pela tentativa de provocar o caos na nova administração, principalmente porque a folha de pagamento não pode ser prejudicada.

Outro problema encontrado pelos novos gestores foi à ausência de um serviço de internet. “Não temos nenhum sinal de internet, mas o prefeito já autorizou em caráter emergencial a contratação de um serviço para que os trabalhos possam começar em Areia”, declarou o vice André Perazzo.

Na Secretaria de Educação também foram detectados prejuízos. Alguns alimentos vencidos foram encontrados estocados e escondidos, o que provocou um grande desperdício.

Na Saúde, a prefeitura encontrou a única ambulância do Samu quebrada e encostada sem o material de primeiros socorros. “Também em caráter emergencial o prefeito solicitou o conserto do automóvel para que os serviços de emergência possam ser realizados em caso de acidentes na cidade”, explicou o vice-prefeito, que lamentou o ‘presente’ de fim de ano deixado pelos antecessores.

De acordo com o prefeito, até as vassouras, os rodos e até mesmo o material da limpeza sumiram. Nada foi encontrado.

Conforme André, a aquisição de material de limpeza também já foi autorizada em caráter emergencial, assim como o restabelecimento do serviço de limpeza em todo o município.

“A antiga gestão informou que a transição seria tranquila, que entregaria tudo organizado, mas o que encontramos foi totalmente o contrário, encontramos um caos, programas com dados importantes apagados, carros quebrados, sujeira, enfim, tudo para prejudicar quem não quer entender o significado da democracia”, desabafou Perazzo.

MISTÉRIO

Um Jeep pertencente à Secretaria de Agricultura do Município até agora está sumido. Conforme a atual administração, a antiga gestão entregou os documentos do veículo, mostrando que pertence ao patrimônio público, no entanto o automóvel não foi encontrado.

“Aguardamos que a antiga administração devolva o veículo, caso contrário será acionada por apropriação indébita e terá que prestar contas na justiça”, avisou o novo gestor.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.