Policial

Populares detém jovem que roubava em frente a TJ e esperam 40 min por viatura

Bizarro

05/04/2013


{arquivo}Uma cena bizarra foi flagrada pela reportagem do Portal WSCOM na tarde desta sexta-feira, 5, no centro da Capital, mas precisamente em frente ao anexo do Tribunal de Justiça da Paraíba. Um dia depois da Polícia Militar lançar uma operação para reforçar o policiamento no Centro da Cidade, jovem que fazia alguns roubos na localidade foi detido por populares que o seguraram até que uma viatura da Polícia fosse acionada. O detalhe é que mesmo em se tratando de uma localidade central, em frente ao TJ e ao lado do Palácio do Governo, os populares esperaram impressionantes 40 minutos até a chegada de uma guarnição da Polícia Militar.

De acordo as pessoas que presenciaram o fato, o jovem ainda não identificado, praticava alguns roubos naquela região juntamente com outro rapaz, quando foi surpreendido por um sargento reformado da Polícia que o deteve com a ajuda de outros populares.

Logo após deterem o acusado, os populares ligaram para Polícia e pediram que enviassem uma viatura para o local para conduzir o jovem até uma delegacia.

{arquivo}Quando a reportagem flagrou a cena, segundo os populares, já havia se passada mais de meia hora que eles aguardavam a chegada de uma viatura.

Apesar do Governo ter divulgado ontem que trios da ciclopatrulha, da Ronda Tática com Apoio de Motos (Rotam), uma guarnição e duas motos do Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPTran), uma guarnição da Rádio Patrulha e outra da Força Tática, além de três duplas no policiamento a pé, integram o efetivo especializado que está fazendo o policiamento da área, nenhum destes equipamentos de segurança ou policiais apareceram no local do ocorrido em 40 minutos.

Tentamos contato com o Centro Integrado de Operações Policiais (Ciop) por várias vezes, mas o ninguém atendeu as ligações. A assessoria de imprensa da Secretaria de Segurança ainda não tinha informações sobre o caso.

Confira informações divulgadas no site do governo do Estado sobre a operação desencadeada ontem para reforçar o policiamento no Centro da Capital:

A Polícia Militar reforçou o policiamento em todo centro de João Pessoa, a partir da manhã desta quinta-feira (4). O objetivo é reduzir os índices criminais, como furtos e roubos a pessoas e estabelecimentos comerciais, em toda a área correspondente ao centro e bairros circunvizinhos. Para isso, 47 policiais, por dia, incrementam o efetivo diário do setor.

Trios da ciclopatrulha, da Ronda Tática com Apoio de Motos (Rotam), uma guarnição e duas motos do Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPTran), uma guarnição da Rádio Patrulha e outra da Força Tática, além de três duplas no policiamento a pé, integram o efetivo especializado que está fazendo o policiamento da área, nenhum destes equipamentos de segurança ou policiais apareceram no local do ocorrido em 40 minutos.

O comandante do Policiamento Regional Metropolitano (CPRM), tenente coronel Jefferson Pereira, destacou que o reforço extra não tem data “para acabar” e disse que a ação conta com o apoio da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob). Desde a terça-feira (2), algumas ruas da malha central também estão sendo monitoradas por câmeras, ferramenta que deve chegar a toda a área até julho deste ano.

O acompanhamento em tempo real da área comercial do centro da Capital será feito em uma parceria firmada entre a PM e a Câmara de Dirigentes Lojistas de João Pessoa (CDL), denominada de projeto ‘Olhar Solidário”.

 

 


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.