Policial

PF prende uma pessoa na Paraíba em operação contra organização criminosa que usa ‘laranjas’ para lavar dinheiro do tráfico de drogas

Também foram feitas apreensões e quebra de sigilo bancário


01/02/2024

Imagem Ilustrativa - Polícia Federal

Portal WSCOM



A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quinta-feira (1º) a Operação Orange Juice 2, para combater o tráfico de drogas e a lavagem de dinheiro no Estado da Paraíba. Foram cumpridos um mandado de prisão preventiva e dois mandados de busca e apreensão nos municípios de Patos e João Pessoa.

O juízo da 2ª Vara Mista da Comarca de Itaporanga expediu três mandados de prisão preventiva, mas dois alvos permanecem foragidos até a manhã de hoje. Na operação, foram apreendidos quatro aparelhos celulares e foi determinada, judicialmente, a quebra de sigilo bancário de quatro investigados.

A operação de hoje, realizada por 12 policiais, é a segunda fase da Operação Orange Juice, que teve sua primeira etapa deflagrada em 17 de agosto de 2023 nos municípios paraibanos de Itaporanga, Patos e Sertãozinho. Naquela ocasião, três homens foram presos em flagrante delito com armas e drogas, além de terem sido apreendidos dinheiro, celulares e documentos. Foi a partir da análise desse material que a operação de hoje foi possível.

Os investigados poderão responder por tráfico de drogas, por integrar organização criminosa e por lavagem de dinheiro, cujas penas somadas podem chegar a 33 anos de reclusão.

O nome da operação, Orange Juice, significa “suco de laranja” em português, uma referência aos “laranjas” que emprestam suas contas bancárias para movimentar altas quantias de dinheiro a mando das organizações criminosas.



Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
// //