Justiça

Pastor acusado de golpe milionário em fiéis de João Pessoa tem prisão mantida pela Justiça

O religioso é acusado de aplicar um golpe superior a R$ 2 milhões em fiéis da igreja Assembleia de Deus, e está detido desde novembro do ano passado.


21/02/2024

(Foto: Reprodução)

Portal WSCOM

O desembargador Saulo Benevides, do Tribunal de Justiça da Paraíba, manteve a prisão preventiva do pastor Péricles Cardoso na manhã desta quarta-feira (21). O religioso é acusado de aplicar um golpe superior a R$ 2 milhões em fiéis da igreja Assembleia de Deus, localizada no bairro de Mangabeira, em João Pessoa, e está detido desde novembro do ano passado.

A defesa do pastor Péricles apresentou ao desembargador a alegação de constrangimento ilegal na prisão decretada pela Justiça comum. Eles também argumentaram a ausência de requisitos mínimos para a decretação da prisão, questionando a falta de evidências claras sobre como o acusado, se solto, representaria uma ameaça à ordem pública ou à futura aplicação da lei penal.

Na decisão, o magistrado afirmou não encontrar robustez nas alegações da defesa, e consequentemente, não identificou a presença da fumaça do bom direito necessária para a concessão da liminar.



Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
// //