Entretenimento

Paróquia São Pedro Pescador se reinventa e inicia programação em homenagem ao santo pelas redes sociais

27/06/2020


Portal WSCOM

Discípulo mais íntimo de Jesus, o primeiro Papa da Igreja Católica, porteiro dos céus, pescador de homens e de almas, são muitas as atribuições a São Pedro que não poderia deixar de ser rememorado e celebrado neste mês de junho, apesar das restrições impostas pela pandemia. Na capital, ao invés dos quilômetros percorridos em barqueata pelo mar e procissão pelas ruas, até a Paróquia São Pedro Pescador em Manaíra, os fiéis iniciaram o périplo pelos caminhos virtuais das redes sociais da comunidade, nesta sexta-feira (26), numa programação que contou com o começo de um tríduo na missa das 17h.

A programação da Festa de São Pedro Pescador segue pelas redes sociais da paróquia, neste sábado, com uma missa às 17h, sempre cumprindo com as orientações da Arquidiocese da Paraíba, no sentido de permitir 30% das participações dos fiéis nos templos, mas para a outra parcela dos cristãos, poderá ter a opção de acompanhar todo o ritual litúrgico pela internet.

Neste domingo (28), véspera do Dia de São Pedro, serão celebradas missas nos horários das 8h00, 10h00 e 17h00. Para fechar a programação do domingo, a Paróquia São Pedro Pescador, pensando na tradição nordestina, organizou a Live Vila São Pedro, que será transmitida pelo canal oficial da paróquia, no YouTube, neste domingo (28), às 19h00, com a participação do Trio Xoteando.

A live contará com um cenário totalmente decorado para a ocasião com adereços originais produzidos com tecidos como a chita, além de artigos de palhas e outros objetos que compõem as festas juninas. E como toda festa não poderia faltar as comidas regionais, e outros alimentos que aguçam o paladar do paraibano, a Paróquia São Pedro Pescador, com a ajuda de empresas parceiras, vão oferecer para vendas on-line, kits alimentação, cujas opções e valores já se encontram disponíveis nas redes sociais da comunidade católica e poderão ser compradas por plataformas para entrega de alimentação.

Os pedidos dos Kit´s São Pedro já podem ser reservados, à exceção do Kit Sonho, que terá disponibilidade somente neste domingo, das 10h30 às 18h30. Toda a venda dos kit’s alimentação será revertida em projetos sociais.

A programação religiosa tem encerramento na data comemorativa do santo, na próxima segunda-feira (29), com uma missa solene que será celebrada às 17h.

O padre da Paróquia São Pedro Pescador e Vigário Geral da Arquidiocese da Paraíba, Luiz Júnior, lembrou que há quase 100 anos, o ponto alto da Festa de São Pedro é celebrado por meio de uma barqueata que sai ao meio dia da Praia da Penha, e termina às 16h, quando chega no Largo da Gameleira, mas há 20 anos quando migrou para a condição de paróquia, teve início a procissão com a imagem do santo que segue para a Igreja de São Pedro Pescador em Manaíra, e em seguida, celebrada uma missa solene.

“Cada ano que passa, temos visto que a Festa de São Pedro ganha a adesão de mais fiéis, e essa programação já entrou no calendário cultural da capital. Esse ano, estamos nos reinventando. Nunca pensei que esse ano, a festa seria atípica, mas estamos empenhados em fazer com que os devotos mantenham a sintonia espiritual com o evento, dessa vez, por meio das redes sociais,” lembrou Padre Luiz Júnior.

Para o religioso, as missas presenciais já é uma realidade, mas, nada como antes, pois hoje, só pode participar uma parcela reduzida, e o grande desafio é a reeducação, ajustar uma festa que tomou uma proporção enorme presencial no decorrer dos anos, a uma nova realidade. “A grande novidade desse ano, será uma live para que as pessoas de casa sintam de novo o clima, não se dispersem enquanto espírito de unidade. Então, organizem a sua casa e acompanhem a live!” convidou Padre Luiz.

E os atributos de Pedro são variados. Padre Luiz Júnior o descreve como uma figura interessante do ponto de vista da condição humana, pelo temperamento, personalidade. Apóstolo de primeira hora, escolhido pelo Mestre quando andava procurando seus apóstolos no Mar da Galileia, ele e seu irmão André, foram os primeiros a largarem a rede para servir a Jesus.

“Ele representa mais a instituição, a hierarquia, a liturgia, e no dia 29, celebramos Pedro e Paulo que foram martirizados. Pedro, aquele que deixou tudo para seguir Jesus, fez o caminho com o Senhor. Teve também momentos de muita coragem: é dele que vamos ouvir a profissão de fé, que vamos ter no evangelho, no dia da festa, quando reconhece Jesus, o Messias, o enviado, mas também é dele a fraqueza humana, quando nega a Jesus quando é preso”, disse Padre Luiz.

O pároco da Igreja de São Pedro Pescador, disse ainda que esses altos e baixos do santo são próprios da nossa vida também, quando temos atitudes de muita coragem, e quando somos chamados a dar testemunhos à família e sociedade e negamos também Cristo. “E nós negamos a Cristo quando negamos os valores do Evangelho, a defesa da vida, quando viramos às costas aos pequenos, aos pobres e necessitados. Pedro é a imagem de cada um de nós, nas nossas fortalezas e negações ao Cristo”, acrescentou.

Padre Luiz ainda reiterou que é também de Pedro que ouvimos a maior declaração de amor a Cristo, quando expressou “Senhor tu sabes tudo, tu sabes que eu te amo”. Daí Jesus escolhe Pedro como o chefe do Colégio dos Apóstolos, reconhecido como primeiro Papa. Ele dá a vida por Cristo, apaixonado por Ele. No fim da sua vida, funda em Roma uma comunidade de cristãos e lá é crucificado de cabeça pra baixo, pois não se sentia digno de ter o mesmo fim de Jesus.

“É um homem que se parece muito como nós, mas que deixou tudo pelo Cristo e deu a vida por Ele, e assim, somos muito felizes por ter esse modelo. E como todos os santos configuraram a vida do próprio Cristo, e como Pedro, devemos configurar a nossa”, declarou Padre Luiz Júnior.

Maurilio de Almeida

Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.