menu

Política

03/12/2019


Parlamentar repudia ação da Sedurb contra ambulantes da Capital

Marcos Henriques (PT) repercutiu supostas agressões praticadas por agentes da Sedurb, na última quarta-feira (27), contra um vendedor de frutas e verduras

Portal WSCOM

O vereador Marcos Henriques (PT) usou a tribuna da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), na sessão ordinária desta terça-feira (3), para repudiar o tratamento, que considerou truculento, desrespeitoso e violento, com que a Secretaria Municipal do Desenvolvimento Urbano (Sedurb), sob a gestão do secretário Zennedy Bezerra, tem tratado a questão dos vendedores ambulantes que atuam nas ruas do Centro da Capital paraibana.

O parlamentar repercutiu supostas agressões praticadas por agentes da Sedurb, na última quarta-feira (27), a um vendedor de frutas e verduras que, segundo ele, foi agredido por agentes, no bairro do Róger. “Semana passada, a cidade de João Pessoa viu a maneira truculenta com que a Sedurb está tratando os vendedores ambulantes. Eles têm suas mercadorias e carros apreendidos de forma desrespeitosa e violenta. Fomos informados que seus carros não são devolvidos. Vejam o que os agentes estão fazendo com esses trabalhadores”, denunciou o parlamentar, que exibiu um vídeo com imagens da ação realizada na semana passada, durante a qual um ambulante cai ao chão.

De acordo com o vereador, a ação teve repercussão nacional, através de uma reportagem da TV Tambaú (Programa Primeiro Impacto), exibida no SBT, na qual o vendedor é entrevistado após deixar o Hospital de Trauma. “Esse secretário Zennedy Bezerra faz política sem a menor concepção de direitos humanos, viola direitos fundamentais quando orienta seus subordinados, agentes de controle urbano, a agirem por meio da força contra centenas de pais e mães de família, que só dispõem do comércio informal para manter suas famílias”, afirmou o vereador.

O petista também destacou que a situação precisa ser resolvida, alegando que, se o gestor for mantido no cargo, será um atestado de conivência do prefeito Luciano Cartaxo (PV), em relação às suas ações. “Não creio que Luciano Cartaxo seja conivente com tudo que está acontecendo com os ambulantes. Problemas nesta área sempre existiram. Na gestão de Cícero Lucena foi criado o Shopping 4×400, e Ricardo Coutinho criou o Centro de Passagem e o Terceirão para abrigar os ambulantes de nossa cidade. Nessa atual gestão, nada foi feito até agora”, refletiu.

Marcos Henriques declarou que vai formalizar um pedido de criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), na CMJP, para investigar as ações da Sedurb. Ele ainda lembrou que a Executiva Municipal do PT publicou uma nota de repúdio sobre a questão.

Os vereadores Humberto Pontes (Avante) e Carlão (DC) informaram que o secretário Zennedy Bezerra abriu sindicância, nesta sexta-feira (29), para apurar a conduta de agentes de remoção, após a denúncia da ação truculenta. Ainda foi lembrado que a Prefeitura Municipal de João Pessoa está em negociação para desapropriar um imóvel, no Centro da cidade, para acomodar os ambulantes.