Policial

Paraibanos são presos em Pernambuco com 50 quilos de maconha

Tráfico


14/03/2013



{arquivo}A Polícia Federal desarticulou um esquema de tráfico de drogas que colocaria 50 quilos de maconha à venda na cidade de Paulista, no Grande Recife. A substância vinha do Paraguai e estava sendo trazida para o Estado por dois paraibanos. Uma mulher, também da Paraíba, seria a responsável pela receptação da droga. Os três envolvidos foram presos nesta quarta-feira (13).

Francisco de Assis da Silva Costa, 35 anos; Cleane da Costa Bezerra, 22; e Marília Izabel dos Santos, 29, foram detidos num restaurante do centro de Paulista. Marília mora na cidade, no bairro de Maranguape, e iria receber a droga. Francisco e Cleane trouxeram a maconha de Natal, no Rio Grande do Norte. A substância havia sido prensada e estava escondida em três caixas de papelão no porta-malas do veículo do casal.

O esquema já vinha sendo investigado pela Polícia Federal, que aguardava a chegada da droga nessa quarta-feira. Sabia-se que a substância seria trazida para Paulista por um casal de paraibanos num carro de cor prata. Com essas informações, equipes da PF fizeram guarda nos principais pontos de acesso à cidade. Por volta das 14h, os policiais avistaram um celta prata com placa da Paraíba entrando na cidade de Paulista.

A partir daí, os policiais seguiram o veículo, que estacionou num restaurante da cidade. Francisco e Cleane desceram do carro e se dirigiram ao estabelecimento. Depois de algum tempo, Marília chegou ao local e conversou com o casal. Eles foram abordados pelos policiais quando saíram do restaurante e seguiam em direção ao veículo. Os oficiais realizaram uma busca no celta e encontraram a droga no porta-malas.

Os três paraibanos foram levados para a Superintendência da Polícia Federal, no Cais do Apolo, bairro do Recife. Em depoimento, Franciscou confessou o crime e disse que iria ganhar R$ 1.500,00 para trazer a substância do Natal para o Recife. Ele ainda disse que esta foi a segunda vez que ele trouxe drogas para o Estado. Além da maconha e do veículo também foram apreendidos com os acusados R$ 1.100,00, três aparelhos celulares e um comprovante de depósito no valor de R$ 5.999,00.

Eles foram autuados por tráfico e associação para o tráfico. Se condenados, podem pegar penas que ultrapassam os 20 anos de reclusão. Eles aguardam a decisão da Justiça detidos. Francisco Costa foi levado para o Centro de Triagem e Observação Professor Everardo Luna (Cotel). Já Clene Bezerra e Marília dos Santos estão na Colônia Penal Feminina do Bom Pastor. Marília já foi presa por tráfico de drogas e cumpriu pena de um ano e quatro meses de reclusão.



Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
// //