Paraíba

Paraíba tem saldo de 10,1 mil empregos com carteira assinada e registra maior alta do País

24/12/2020


Imagem ilustrativa/Foto: (arquivo)

Portal WSCOM

>No mês de novembro, o mercado de trabalho paraibano foi novamente destaque no cenário nacional, registrando saldo de 10.178 vagas com carteira assinada, com alta de 2,49% sobre os estoques de empregos sobre o mês outubro, o que representou o maior índice de crescimento do País. No último mês, o Estado criou 17.669 novas vagas contra 7.491 desligamentos, o que resultou em 10.178 vagas de saldo. Os dados são da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, com base no Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

Mesmo com as adversidades causadas pela pandemia na atividade econômica, o segundo semestre tem sido de retomada de empregos na Paraíba. Todos os meses do segundo semestre registraram saldos positivos: julho (1.512), agosto (9.649), setembro (1.933), outubro (1.437) e, no último mês de novembro, com 10.178 vagas. Novembro também registrou o maior saldo do ano e o quinto mês seguido de alta. No acumulado de janeiro a novembro, a Paraíba já reverteu a perda causada pela pandemia da Covid-19 e registra agora saldo de 4.263, alta de 1,03% sobre o estoque.

Setores de maiores crescimento – Os setores da economia do Estado que mais contribuíram para o saldo positivo de novembro no mercado formal de emprego foram serviços (4.326 vagas), construção (2.981 vagas) e comércio (2.142 vagas) e, em quarto lugar, a indústria (746 vagas). Apenas o setor de agricultura e pecuária (-17 vagas) teve perdas de postos no último mês.

Paraíba é destaque em cenário nacional – A Paraíba gerou o maior crescimento relativo sobre o estoque de empregos (2,49%), seguido de Roraima (2,09%) e mais abaixo os estados de Santa Catarina (1,56%) e o Ceará (1,44%).  A taxa de crescimento da Paraíba foi responsável por elevar a média do Nordeste 1,11% e ficou bem acima do País (1,07%), que também bateu recorde de crescimento.

Em valores absolutos, a Paraíba com 10.178 vagas gerou o quarto maior saldo do Nordeste, atrás apenas das três maiores economias e população da Região: Ceará (16.428); Bahia (13.881) e Pernambuco (13.754).

O País registrou saldo de 414.556 vagas de trabalho com carteira assinada em novembro. Resultado de 1.532.189 admissões e 1.117.633 desligamentos, o número é 6,4% maior que as vagas abertas em outubro, o que sinaliza a continuidade da recuperação do mercado de trabalho. Além de ser o melhor resultado entre todos os meses da série histórica, iniciada em 1992, foi o quinto mês positivo depois de quatro meses consecutivos de saldo negativo, consequência da pandemia de Covid-19. No entanto, a comparação mostra um fôlego menor ao observado em setembro, que registrou alta de 26,8% ante o mês anterior.



Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você