Policial

Pais de Fernanda acreditam que filha está viva e reclamam do “silêncio” da Políc

23 dias


30/01/2013

Os pais da menina Fernanda Ellen de Oliveira, 11 anos, desaparecida há 23 dias mantém a fé e acreditam que a filha está viva e voltará sã e salva para casa. Além da dor pelo desaparecimento da filha, os pais da menina reclamaram em contato com a reportagem do Portal WSCOM, da falta de informações prestadas pela Polícia sobre a investigação.

De acordo com Fábio Cabral, pai Fernanda, o delegado responsável pelo caso, André Grise, aparece de vez em quando na sua residência, mas não traz nenhuma informação nova, diz apenas que as investigações estão em sigilo e pede calma a família.

“Nessa calma já são 23 dias sem nossa filha”, lamenta o pai.

O próprio secretário de Segurança, Claudio Lima, disse que apesar de ter investigadores experientes trabalhando exclusivamente neste caso, ainda não se tem nenhuma informação concreta do paradeiro de Fernanda. Ele disse ainda que a esperança de encontrar a menina viva é cada vez menor.

Fábio reafirmou que não desconfia de ninguém. “Sou nascido e criado neste bairro e sinceramente não tenho como desconfiar de ninguém”, declarou.

Fernanda desapareceu no dia 7 de janeiro depois que saiu da escola onde estudava. Ela foi pegar seu boletim escolar e foi vista pela última vez saindo da escola.

 



Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
// //