Policial

Operação fechou ou notificou 18 bares e outros estabelecimentos por aglomerações no período carnavalesco

17/02/2021


Portal WSCOM



Foi encerrada, nesta quarta-feira (17), a operação realizada pelas forças de segurança do Estado no período destinado aos festejos carnavalescos, que foram suspensos por causa da pandemia. Neste ano, a atuação da Polícia Militar, da Polícia Civil e do Corpo de Bombeiros Militar foi diferente: mais de 3 mil profissionais trabalharam no combate ao crime e também às aglomerações, para evitar a proliferação do novo coronavírus, de forma integrada com a Vigilância Sanitária, Procon, Guardas Municipais e Sudema.

Como resultado da ação conjunta, 18 bares e outros estabelecimentos foram notificados ou fechados com apoio da PM em João Pessoa. Todos por descumprirem as medidas sanitárias estabelecidas em decretos estaduais, e quase R$ 45 mil em multas foram aplicadas por poluição sonora.

O número de mandados de prisão cumpridos dobrou em relação ao carnaval do ano passado. Foram 14 este ano contra sete cumpridos no mesmo período de 2020. Mais de duzentas pessoas foram conduzidas até as delegacias por vários tipos de crime, com destaque para a prisão do suspeito de liderar o tráfico na comunidade Torre de Babel, no bairro do Valentina, na zona sul de João Pessoa.

Também foram aprendidas 47 armas de fogo em todo o estado. Esse número representa um aumento de 88% em relação ao período do carnaval do ano passado. Trinta e dois veículos com registro de roubo foram recuperados.

Nas delegacias de Polícia Civil foram instaurados 198 procedimentos entre flagrantes, inquéritos por portaria, procedimentos especiais de menor infrator e Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCO). Em relação à violência contra a mulher, 54 procedimentos foram instaurados e confeccionadas 452 medidas protetivas. Já a Delegacia On Line atendeu 119 registros de Boletins de Ocorrência.

O Corpo de Bombeiros, que empregou operacionalmente homens e mulheres nas diversas áreas de atuação da instituição em todo território paraibano, realizou 2.425 atendimentos entre emergência e ações de prevenção. Não foi registrada nenhuma morte por afogamento, bem como acidentes de trânsito grave.

Redução de homicídios – De acordo com os números do Núcleo e Análise Criminal e Estatística (Nace) da Secretaria de Estado de Segurança e da Defesa Social (Sesds), o período (sexta a terça-feira) deste ano foi o terceiro melhor dos últimos dez anos, no que se refere à redução de Crimes Violentos Letais Intencionais – CVLI, que são os homicídios dolosos ou qualquer outro crime doloso que resulte em morte.

Os destaques são a 2ª Região Integrada de Segurança Pública, que durante o período registrou um homicídio, que aconteceu na sexta feira, na cidade de Queimadas – e a 3ª Região Integrada de Segurança Pública que, a exemplo do ano anterior, computou dois assassinatos, um em Cajazeiras e outro em Jericó.



Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você