Cinema

O pequeno bruxo está de volta: produção celebra 20 anos de Harry Potter

HBO Max anunciou um reencontro do elenco dos notáveis alunos de Hogwarts, em um especial de 20 anos da estreia do primeiro filme da franquia milionária nos cinemas


27/11/2021

Ator Daniel Radcliffe em cena do filme Harry Potter e a pedra filosofal. - (crédito: Peter Mountain/Warner Bros)

Correio Braziliense



Os aprendizes de bruxos que marcaram gerações e dominaram a literatura e o cinema tem um reencontro marcado. A HBO Max anunciou que, no dia 1º janeiro de 2022, o Harry, o Ron e a Hermione, respectivamente Daniel Radcliffe, Rupert Grint, Emma Watson, além do restante do elenco de Harry Potter e a pedra filosofal, serão as atrações do especial não roteirizado Harry Potter – 20 anos de magia: de volta a Hogwarts. A produção original da plataforma de streaming é um lançamento em homenagem aos 20 anos desde a estreia do primeiro filme da franquia baseada na obra da escritora britânica J.K. Rowling.

O elenco do primeiro filme, além do diretor Chris Columbus, está confirmado no especial, que também contará com figuras importantes para a história do Harry Potter nos cinemas como Helena Bonham Carter, que viveu Belatriz Lestrange; Gary Oldman, intérprete de Sirius Black; Imelda Felton, responsável pela malvada Dolores Umbridge; e Ralph Fiennes, o eterno Voldemort. Tom Felton, conhecido como o insolente Draco Malfoy, também está entre as estrelas reveladas como participantes do filme-evento.

O que se sabe do reencontro é que será um especial não roteirizado, assim como foram os Friends e Um maluco no pedaço. O elenco voltará para Leavesden, em Watford, na Inglaterra, local onde ficam os estúdios da Warner Bros. no Reino Unido. Lá, haverá um grande encontro com lembranças do processo de gravação da franquia e histórias de bastidores alternados com imagens de acervo do longa e atrações especiais. A previsão de duração é de 90 minutos. Esse será o primeiro grande encontro do elenco da franquia desde o lançamento do último filme da saga, Harry Potter e as relíquias da morte: parte 2 (2011).

De lá para cá, ainda foram lançadas três produções do mundo mágico do personagem. Dois longas da série Animais fantásticos e onde habitam, estrelados por Eddie Redmayne, contando a história de Newt Scamander, um estudioso dos animais mágicos em uma saga para salvar o mundo de ameaças e criaturas vindas da magia. História, que tem sequência marcada para 2022, com Animais fantásticos e os segredos de Dumbledore, com rumores que terá o Brasil como uma das locações. Além disso, o bruxinho já virou peça de teatro em Harry Potter e a Criança Amaldiçoada, que retoma todos os personagens das histórias originais, com uma dramaturgia focada em uma aventura de Alvo Severo, filho de Harry; e Scorpios, filho de Draco, pelo tempo.

Ausências sentidas

Muitos grandes atores viveram personagens icônicos na franquia Harry Potter. Porém, dois artistas não poderão marcar presença nesta celebração do mundo bruxo: Richard Harris e Alan Rickman.

Harris, o primeiro Professor Alvo Dumbledore dos cinemas, morreu em decorrência de um câncer linfático em 2002. Ele interpretou o personagem nos dois primeiros filmes e para muitos fãs incorporava de forma perfeita o Dumbledore dos livros. Seu sucessor, Sir. Michael Gambon, responsável por continuar o legado do diretor de Hogwarts até o fim da série, ainda não está entre os nomes anunciados para o reencontro.

Também vítima de um câncer, porém de pâncreas, Alan Rickman é um dos mais importantes atores da saga — o sempre misterioso e muitas vezes mal, Professor Severo Snape. O artista marcou e ficou marcado pelo personagem, o qual interpretou com paixão e de forma irreparável em todos os oito filmes do bruxo britânico.

Fãs em êxtase

Como diriam os personagens de Harry Potter, o mundo “trouxa” está em festa. Durante 10 anos, os filmes de Harry Potter estiveram em cartaz e juntaram uma enorme base de fãs no mundo inteiro. Até a atualidade, a magia dos livros e dos filmes é muito forte e arrasta multidões.

“Nunca é demais prestigiar Harry Potter e, por isso, serei uma das várias pessoas que estará sentada no sofá no primeiro dia do ano esperando para mergulhar mais uma vez na realidade mais incrível de todas”, afirma a estudante Beatriz Correa, 19 anos. Fã dos filmes e dos livros desde os 6 anos de idade, Beatriz assistiu todos os filmes com a mãe, e teve a chance de visitar a área temática do personagem nos parques da Universal Studios em Orlando. “O amor por essa saga permanece até hoje e quando soube sobre as comemorações de 20 anos dos filmes fiquei maravilhada”, pontua.

Para Renata Gomes, cientista política de 24 anos, Harry Potter foi um amigo que cresceu ao lado dela. Juntos viveram momentos tristes e felizes. “Poder ter crescido com os personagens foi muito importante”, diz Renata, que lembra com muito carinho do último filme da franquia. “Harry Potter e as relíquias da morte parte 2 é muito significativo para mim, pois foi um dos últimos filmes que eu vi no cinema com o meu avô, antes de ele falecer”, rememora Renata. “A saga me ensinou muito sobre amizade e lealdade, mas também sobre o prazer da leitura. Com certeza meu filhos também crescerão lendo Harry Potter”, complementa.

Outra fã das histórias do mundo bruxo, a professora Lueli Ceruti, 56, conta que ganhou o primeiro livro da série em 1999, de uma aluna que havia ido para Inglaterra. A princípio, esnobou, achando que era uma história de criança, mas, em um tempo de férias, decidiu ler e acabou “engolindo” os dois primeiros livros e, posteriormente, com os filmes não foi diferente. “A cada longa que era lançado, eu relia o livro”, relembra Lueli. “Gosto da fantasia, da possibilidade de haver esse ‘universo paralelo’ tão ali ao lado, na plataforma 9 3/4 de King’s Cross”, acrescenta, destaca.

J.K. Rowling fora da festa

A criadora de Harry Potter não está entre as figuras anunciadas para o especial festivo do mundo da magia. O motivo parece ter sido as controversas declarações recentes da autora em contas em redes sociais. A escritora fez comentários em que se mostrava contra pessoas se identificarem com outros gêneros que não os determinados pelo sexo biológico. As publicações da autora foram consideradas por grande parte da internet como transfóbicas, o que estremeceu muito a relação dela com os fãs de Harry Potter.

Tantas foram as declarações da autora, que Emma Watson veio em defesa da comunidade trans em 2020, afirmando que todas as pessoas devem “ser quem quiserem ser”. Eddie Redmayne, Newt Scamander em Animais Fantásticos, e Evanna Lynch, Luna Lovegood na franquia Harry Potter, também se posicionaram contra os comentários de Rowling.

De volta aos cinemas

No último domingo, Harry Potter e a pedra filosofal retornou aos cinemas para uma sessão especial de aniversário de 20 anos da franquia. O filme lotou salas em todo Brasil e em Brasília juntou fãs vestidos do bruxo em cinemas por toda a cidade.



Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.